Oswaldo prega comprometimento e não alivia afastados: 'Punição partiu de mim'

Técnico falou sobre mudanças no time para encarar o Grêmio

Por O Dia

Rio - O afastamento de cinco jogadores tem sido o assunto principal no Flamengo nesta semana. Apesar de ter de montar um verdadeiro quebra-cabeças para reconstruir a equipe, a punição partiu justamente de Oswaldo de Oliveira. Para o técnico, comprometimento deve ser a palavra-chave dentro da equipe.

"Tenho pedido entrega para voltarmos a vencer, jogar bem, evitar contusões. Após conversa com o Bandeira, Fred Luz, ficou decidido o afastamento. Eu queria puni-los. Eles erraram comigo. O que tenho pedido é comprometimento. Partiu de mim essa punição", disse Oswaldo, que completou:

"As coisas aconteceram muito rápido. Não gostei da antecipação da notícia exatamente por isso. Iríamos afastar ontem. Qualquer ser humano tem o direito de errar. Embora, repetidamente, a punição tem que ser mais alta. De qualquer maneira gosto deles, são excelentes meninos. Já tinha trabalhado com Alan no Palmeiras e gosto dele. Acredito, sim, que eles podem voltar a nos ajudar no campeonato."

Com Alan Patrick, Everton, Pará, Paulinho e Marcelo Cirino afastados, e Emerson Sheik ainda cumprindo suspensão, o técnico teve de usar a imaginação para montar a equipe que enfrentará o Grêmio neste fim de semana. Apesar de tantas mudanças, o comandante rubro-negro se mostrou confiante com o rumo tomado.

"A gente está tendo semana diferente, de reconstrução da equipe, pela ausência dos quatro que vinham jogando e um que estava no grupo. Tive dois dias pra reconstruir a equipe, procurar dar um entendimento que precisamos para jogo tão difícil como esse contra o Grêmio", afirmou.

"São seis desfalques, e a ideia é dar o mesmo ritmo. Fizemos a equipe entender com as mudanças, com as reposições, todos os detalhes. Ontem (quinta-feira) trabalhamos a parte ofensiva, hoje trabalhei o tiro de meta adversário, e ainda fizemos a bola parada defensiva. Amanhã ainda dá para treinar mais alguma coisa."

Em meio a tantas mudanças no time titular, o principal atleta rubro-negro permanece escalado e carrega nas costas a esperança de voltar a balançar as redes: Paolo Guerrero. Sem marcar há seis jogos, o peruano busca reencontrar o caminho dos gols justamente no domingo.

"Como é a nossa principal estrela e cercado de muita atenção, pesa mais na preparação mental da partida, mas são fases. Vários jogadores de várias posições passam por isso. Tenho certeza que voltará a marcar. Conversamos bastante para que isso seja minimizado e que volte a fazer gols", concluiu Oswaldo.

O Flamengo, décimo colocado com 44 pontos, encara o Grêmio neste domingo, às 17h, na Arena do Grêmio.