'Com a camisa do Flamengo, tem de estar motivado sempre', avalia Gabriel

Atacante falou sobre o fraco desempenho durante este ano

Por O Dia

Rio - Destaque no treino de finalizações na manhã desta quinta-feira no Ninho do Urubu, Gabriel foi o nome do Flamengo no empate por 1 a 1 contra a Ponte Preta neste fim de semana, ao marcar um golaço. Apesar de não ter emplacado uma sequência positiva neste ano, o atacante permanece motivado para o trabalho na Gávea e a principal inspiração é justamente o Rubro-Negro, onde está desde 2013.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

"Estou vestindo a camisa do Flamengo. Você tem de estar motivado sempre. Claro que também existe o amor à profissão. Tive momentos bons e ruins. Este ano não foi diferente. Ano passado fui mais regular. Este ano, mais irregular", avaliou.

Gabriel foi destaque do treino de finalizações no Ninho do UrubuDivulgação

"Eu trabalho forte. Às vezes as coisas não acontecem. Ano passado, com a equipe indo bem, eu era mais uma peça. Este ano, a equipe não encaixou, e eu estava na equipe."

A situação do time na reta final do Campeonato Brasileiro não é a esperada pela equipe. Após engatar uma sequência histórica de vitórias e chegar ao G-4, o Rubro-Negro caiu de produção e amarga o meio da tabela. Para Gabriel, o sentimento é de frustração para o elenco.

"Este ano foi o mais difícil. Estávamos mais esperançosos. Por isso fica a frustração", disse o jogador, que completou:

"Acho que não é erro. A equipe não encaixou e isso faz parte. O Flamengo tentou montar o time durante a competição. Este ano iniciamos mal, Carioca e Brasileiro. Depois correr atrás é complicado. Tentar encaixar equipe ano que vem para apagar 2015."

No treino tático desta manhã, Oswaldo de Oliveira comandou uma atividade de ataque contra defesa, mas não mostrou o time que deverá ser titular na próxima partida, deixando os jogadores misturados em campo. O treinamento contou com Marcelo Cirino e Ederson, recuperados de lesão.

Com dores na coxa esquerda, Alan Patrick deixou o campo mais cedo. Já Paolo Guerrero não treinou junto aos companheiros, ficando apenas na fisioterapia para cuidar do tornozelo direito.

O Flamengo se prepara para encarar o Atlético-PR no domingo, às 19h30, na Arena da Baixada. Com 49 pontos, o Rubro-Negro é o 11º colocado no Brasileirão.