Por pedro.logato

Ceará - A derrota nos pênaltis para o Ceará foi encarada com normalidade por Muricy Ramalho, O treinador afirmou que os rubro-negros sentiram a falta de ritmo de jogo no primeiro jogo da temporada. Sem fazer muitas cobranças, ele elogiou a reação do Flamengo no segundo tempo e ressaltou a vontade das duas equipes que fizeram um jogo de seis gols no Castelão.

"Para o público foi interessante: seis gols e cobrança de pênaltis, que em amistoso que não é comum. Os dois times ainda não estão em melhor condição física, estamos um pouco abaixo. Mas, em termos de espetáculo, foi excelente. Um pouco lento no primeiro tempo, depois melhoramos a velocidade do jogo. Mas temos que ajeitar bastante a equipe ainda. Nessas situações se vê defeitos e virtudes para irmos ajustando para a temporada. Temos que ajeitar bastante ainda", afirmou.

Muricy Ramalho fez a sua estreia pelo Flamengo nesta quintaGilvan de Souza / FlaImagem

Muricy comentou sobre o apoiador Mancuello. O argentino começou no banco, entrou na segunda etapa e teve uma boa atuação, inclusive dando uma assistência para o gol de Emerson Sheik. O treinador elogiou o meia, mas pediu cautela com o reforço rubro-negro.

"O problema dele não é treinamento. Ainda não pode jogar jogo oficial, dificulta um pouco para jogar. Eu queria ver de perto com os companheiros. Esse ataque (do segundo tempo) é o que pensamos para a sequência. Cirino é outro que pensamos e ele está recuperando a parte muscular. Mas Mancuello de certa forma surpreendeu, terminou exausto, não deu para bater o pênalti. Deu para sentir como pode render o ano todo", disse.

No domingo, o Flamengo volta aos gramados contra o Santa Cruz, no Arruda, em jogo amistoso. O Rubro-Negro faz a sua estreia na Primeira Liga na próxima quarta-feira contra o Atlético-MG, no Mineirão. Pelo Estadual, os cariocas fazem o seu primeiro jogo no dia 30 de janeiro contra o Boavista, em Edson Passos.

Você pode gostar