Contra o Macaé, Guerrero quer manter a boa fase com a camisa do Flamengo

Atacante é a principal esperança para o Rubro-Negro conseguir a primeira vitória no Carioca

Por O Dia

Rio - Se o Flamengo ainda tropeça na busca pelo equilíbrio, Guerrero reencontrou o caminho do gol. Contra o Macaé, nesta quarta-feira, às 21h45, o peruano tem a chance de provar que acertou o pé e se colocar como referência da equipe. A via que pode levar o Rubro-Negro a ser um time vencedor passa pela regularidade do camisa 9 em balançar a rede. Ontem, após treino na Gávea, ele afirmou ver na evolução do trabalho no clube a passagem para o sucesso. E Muricy Ramalho como condutor ideal:

Guerrero vai enfrentar o MacaéGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

“Na pré-temporada já deu para perceber o trabalho dele. Eu já tinha ouvido falar que ele (Muricy) gosta de trabalhar muito, com seriedade, não gosta de brincar. Por isso estamos no caminho certo.”

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

O investimento em tecnologia feito pela diretoria começou a pavimentar o caminho do Flamengo em 2016. Guerrero, melhor preparado, como ele mesmo garante estar, quebrou os cinco meses de jejum de gols. E o longo silêncio.

Após marcar duas vezes na vitória sobre o Atlético-MG e uma no empate com o Boavista, o atacante tirou das costas o peso das cobranças. A autocrítica, segundo ele, é de quem exerce a marcação mais pesada. Confiante, o artilheiro espera engrenar, ao contrário de 2015, quando fez três gols em três jogos, mas depois perdeu o rumo.

“Na pré-temporada e até nas férias, o meu foco já era fazer um trabalho melhor do que no ano passado. Comecei bem (em 2015), mas parei porque tive dengue, no Corinthians. Voltei, estava bem na seleção, comecei bem aqui, mas fui caindo”, disse Guerrero, que emendou: “Este ano, a seriedade no trabalho foi diferente. Estamos vendo isso no nosso desempenho. O time está correndo mais, lutando, se entrosando, pegando o jeito que o Muricy quer.”

FICHA TÉCNICA
MACAÉ X FLAMENGO

Local: Cláudio Moacyr (Moacyrzão)
Horário: 21h45
Arbitragem: Rodrigo Carvalhaes (RJ)

Macaé: Willian Alves, Gedeilson, Kleber Cardoso, Dieguinho; Luis Mário, Dos Santos, Marques, Wagner Carioca, Marquinho; Pipico. Técnico: Toninho Andrade

Flamengo: Paulo Victor, Rodinei, Wallace, Juan, Jorge; Marcio Araújo, Willian Arão, Everton (Alan Patrick); Marcelo Cirino (Gabriel), Emerson Sheik e Guerrero. Técnico: Muricy Ramalho