Por renata.amaral

Rio - César Martins parece ser a escolha natural do técnico Muricy Ramalho nos jogos em que Juan não pode atuar. A dúvida para a semifinal de domingo, contra o Vasco, onde o zagueiro titular está suspenso, surgiu apenas por um motivo: dores no joelho do substituto. Mas, ao que parece, o técnico não terá problemas para escalar o time na partida decisiva - na manhã desta sexta-feira, César treinou normalmente com o restante do elenco e está disponível para o comandante rubro-negro.

"Estou bem, sem dor, tranquilo. Vou viajar com o grupo, mas quem vai decidir é o Muricy", disse César Martins, que terá a responsabilidade de encarar o Vasco, time que o Flamengo não vence há oito partidas, somando cinco derrotas e três empates.

"Acho que tem a pressão externa e também interna entre os jogadores. A gente tem de entrar tranquilo para não errar como erramos nos outros jogos contra eles. Temos de fazer o melhor jogo possível, para conseguir a vitória e quebrar esse tabu. Tem de entrar tranquilo e sossegado, que a vitória vem naturalmente."

O zagueiro, que já encarou o Cruzmaltino duas vezes, e fez sua última partida pelo Flamengo no início deste mês, contra o Boavista, substituindo Juan durante o jogo, já tem em sua mente a tática ideal para ajudar o Rubro-Negro a conquistar sua vaga na decisão do Campeoanto Carioca.

"Qualquer jogo para mim é importante, mas esse contra o Vasco é mais ainda, pela rivalidade. Temos de entrar e fazer o nosso papel, que é a vitória. Cada um sabe o que tem de fazer. Vamos fazer o simples do jeito que o Juan vem fazendo com o Wallace, procurando errar menos. O que muda é que é uma semifinal, não pode tomar gol, não pode empatar. Lá atrás é fazer o arroz com feijão para que lá na frente eles possam resolver, porque temos jogadores de qualidade", explicou César Martins.

O Flamengo encara o Vasco, pela semifinal do Carioca, neste domingo, às 16h, na Arena da Amazônia. O Cruzmaltino tem a vantagem do empate para conquistar a vaga na final da competição.

Você pode gostar