Rodrigo Caetano prega tranquilidade em momento de reflexão

Flamengo quer driblar a crise com os torcedores

Por O Dia

Rio - O Flamengo se protegeu, ontem, no Ninho do Urubu para tentar esfriar a crise. Enquanto seguranças e dois policiais militares guardavam a entrada do CT, em Vargem Grande, diretoria e comissão técnica avaliavam o projeto e discutiam os próximos passos. O diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano, defende que o trabalho de Muricy Ramalho está no caminho certo.

Flamengo vive momento complicado na temporadaDivulgação

Caetano ressalta que a grandeza do clube e a consequente cobrança muitas vezes retardam o processo de formação de uma equipe. Por isso, prega tranquilidade, neste momento de reflexão, já de olho no futuro. “É início de trabalho. Além da mudança de comissão técnica, tivemos mudança significativa de elenco. As peças precisam se ajustar. Mas temos que lamber as nossas feridas e lembrar das cicatrizes. Temos um primeiro jogo do Brasileiro que às vezes vale muito mais do que o último. Essas primeiras rodadas vão valer. Vamos tentar entrar forte no Brasileiro”, disse o diretor.

Questionado sobre uma possível barca com jogadores criticados, como Paulo Victor e Wallace, ele negou que se pense em saídas: “São atletas em que o clube acredita. Tenho certeza de que os dois serão muito importantes na caminhada no Brasileiro. Quando perde, perdemos todos. Quando ganha, ganham os atletas.”