Muricy ignora tropeços e garante que o Flamengo vai vencer no momento certo

Técnico rubro-negro mostra confiança no trabalho realizado

Por O Dia

Rio - Apesar de ter no currículo uma extensa lista de títulos de peso, por vários clubes grandes do Brasil, o técnico Muricy Ramalho está mais do que acostumado em lidar com a cobrança por resultados positivo. Mas, desta vez, à frente do Flamengo, a história é bem diferente. Sem resultados expressivos no início da temporada, ele está sendo submetido à pressão rubro-negra.

Muricy Ramalho não se abala e mostra confiança no FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Mesmo após amargar mais uma queda para o Vasco - nos últimos novos jogos, são seis derrotas e três empates -, e a consequente eliminação no Campeonato Carioca, Muricy acredita que o time está no caminho certo e que os resultados vão aparecer no momento certo.

“O trabalho está sendo muito bem feito, estou feliz de participar. Estou numa fase da carreira de fazer bom trabalho no dia a dia, na estrutura, mas é preciso começar a ter resultado. O trabalho, às vezes, é bom e não tem resultado. Às vezes, é ruim mas dá resultado. Agora, com certeza, é a hora de começar a dar resultado, porque o time já está entrosado”, afirmou.

Muricy também falou sobre os problemas que vem enfrentando com a zaga. Com a iminente saída de César Martins, que não terá seu empréstimo renovado e retornará ao Benfica, o treinador só ficará com Juan, Wallace e o jovem Leó Duarte. Sem peças de reposição, ele disse que é necessária a contratação de reforços.

“É um setor que estamos correndo atrás, mas está difícil. Queremos trazer jogador de qualidade. Nosso pessoal que analisa e tem banco de dados impressionante em cima de zagueiros, mas muitos não agradaram. É um setor que preocupa. Se machuca um desses três, nem reservas temos. É um lugar que vamos ter que trocar”, disse.

Ele também demonstrou apoio a Wallace. Segundo o treinador , o capitão, que é contestado pela torcida há tempos, tem a vaga garantida por mérito: “Parece que as pessoas não têm muita simpatia por ele, principalmente vocês. Mas ele vem jogando bem, às vezes as pessoas têm medo de elogiar porque criticaram em outro momento”.