Flamengo vai para cima do Fortaleza

Com time ofensivo, Fla tenta se reencontrar com a vitória

Por O Dia

Ceará - Um com time viés de alta, outro, claudicante. Assim, Fortaleza e Flamengo começam nesta quarta-feira o duelo pela segunda fase da Copa do Brasil, às 21h45, na Arena Castelão. O Tricolor Cearense engrenou na temporada e colocou a mão na taça ao derrotar o Uniclic por 4 a 1 no primeiro jogo da final. O Rubro-Negro vem de mais uma eliminação para o Vasco e vive dias de contestação.

Muricy Ramalho reclamou da maratona de viagensGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

“A sequência deles é mais forte do que a nossa, mas a gente também sofreu. Existe um desgaste por parte dos dois lados. A gente se supera em outros motivos. Tivemos uma semana de preparação. Trabalhamos duramente e chegamos aqui com uma expectativa de fazer um bom jogo, de conseguir uma boa vitória”, afirmou Muricy Ramalho.

O técnico rubro-negro bateu na tecla da falta de um lugar para o Flamengo jogar em 2016. “O problema não está em ter vários jogos seguidos, está em a gente não ter casa. Acho que já rodamos mais de 30 mil quilômetros neste ano. Isso é uma loucura. A gente chega nesta quinta às 6h da manhã. E treina pouco. O problema não é essa série de jogos seguidos”, explicou Muricy Ramalho.

Com a defesa contestada, o Flamengo também procura acertar o ataque, e o treinador após a suas fichas no recém-contratado Fernandinho, que fará seu segundo jogo no time titular. O Flamengo fez 36 gols em 22 jogos neste primeiro semestre, sendo que os únicos adversários que enfrentou que estão na Série A neste ano foram Botafogo, Fluminense (duas vezes), Atlético-PR, Atlético-MG e América-MG.

Patrocínio pontual

A diretoria rubro-negra acertou um patrocínio pontual para o jogo de quarta-feira à noite na capital cearense. A Euro Colchões vai estampar a marca na parte de trás da camisa.

O clube segue em negociações para a disputa do Brasileiro, mas, por enquanto, estampa apenas a Caixa Econômica Federal no peito e a TIM no número da camisa.

Escalações

Fortaleza: Max Walef; Pio, Lima, Edimar e Willian Simões; Dudu Cearense, Juliano, Everton e Mora; Juninho e Anselmo; Técnico: Marquinhos Santos.

Flamengo: Paulo Victor; Rodinei, Juan, Wallace e Jorge; Cuéllar, Willian Arão e Mancuello; Fernandinho, Marcelo Cirino e Guerrero; Técnico: Muricy Ramalho.