Por edsel.britto

São Paulo - No jogo que era tudo ou nada, o Flamengo mostrou porque é o atual tricampeão do NBB. Com atuação decisiva de Ronald Ramon e principalmente de um toco crucial de Marquinhos no último lance da partida, o Rubro-Negro bateu o Mogi das Cruzes por 93 a 91 neste sábado, empatado a série semifinal em 2 a 2 e forçando o quinto jogo na próxima terça-feira, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube.

O armador Ronald Ramon foi o cestinha do Fla na partida com a mão calibrada de três pontos ao acertar as sete tentativas de arremessos de longa distância e terminando o jogo com 27 pontos, além de quatro rebotes e três assistência. Já o ala Marquinhos, que ajudou com 15 pontos, seis assistências e quatro rebotes, foi decisivo mesmo no último lance da partida ao dar belo toco em cima de Larry Taylor, evitando uma prorrogação. Marcelinho, com 14 pontos, e Olivinha, com um duplo-duplo de 14 anotações e 11 rebotes, foram outros dois fatores do Rubro-Negro.

Marquinhos foi decisivo para o Fla e contribuiu com 15 pontos na vitória sobre o MogiLuiz Pires / LNB / Divulgação

Pelo lado dos donos da casa, a dupla Larry Taylor e Shamell jogaram muito, mas não conseguiram fechar a série em seus domínios. O armador anotou 23 pontos, pegou cinco rebotes e distribuiu três assistências, mas parou em Marquinhos na bola que podia empatar a partida. Já o ala foi o cestinha do jogo com 28 pontos, quatro rebotes e três assistências.

O jogo decisivo que decidirá se Flamengo ou Mogi das Cruzes que vai enfrentar o Bauru na final do NBB acontece na próxima terça-feira, às 21h, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube.

Você pode gostar