Por edsel.britto

Rio - A repentina solicitação de Wallace para sair do Flamengo só agravou ainda mais um problema crônico que Muricy tem enfrentado para escalar o time: a falta de zagueiros. Sem poder conta com o ex-capitão, o treinador agora só tem a disposição Juan e Léo Duarte. Recém-integrado ao time principal, Rafael Dumas está sem ritmo de jogo pois se recupera de lesão. Com isso, o comandante Rubro-Negro garantiu que a equipe vai ao mercado para contratar opções, mas que venham para jogar.

"Vamos precisar de dois zagueiros agora. Tínhamos três, agora só temos dois. Perde um por cartão e outro por contusão, quem joga? O Campeonato Brasileiro não perdoa, cada time tem mínimo de quatro, máximo de cinco zagueiros, o que é correto. Até porque vamos fazer rodízio, o Juan não vai jogar todas, temos que ter opção para a posição. O Rafael Dumas veio, mas não estava treinando, estava machucado. Estamos no mercado, mas não adianta contratar por contratar, não dá certo. Depois, fica aí, encostado, o clube paga. Estamos contratando para jogar", afirmou.

Muricy Ramalho reconheceu que o Flamengo vai precisar ir ao mercado em busca de zagueirosGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Já sobre Guerrero, que saiu contrariado e discutindo com torcedores quando foi substituído no segundo tempo, Muricy preferiu apoiar o seu camisa 9 e disse que saída do jogador foi por conta do cartão amarelo que já havia recebido e o risco de ser expulso.

"Xingar torcedores? Primeiro que não vi isso. Ele mesmo sentiu que poderia ter sido expulso. Quando dá uma entrada, tromba... Perigoso. Jogador é assim, ainda mais artilheiro. Sente, mas é experiente. Tem carreira bonita, não vai ter problema, torcedor tem que entender que estamos lutando. Só saiu pelo cartão, se não tem cartão, não sai, não faço média", disse.

O próximo desafio do Flamengo é na quarta-feira, pela Copa do Brasil, quando recebe o Fortaleza, em Volta Redonda, às 21h45, precisando vencer para avançar à próxima fase.

Você pode gostar