Sem Muricy Ramalho, Flamengo busca a classificação na Copa do Brasil

Treinador rubro-negro foi internado com problema de coração e não dirige time contra o Fortaleza

Por O Dia

Rio - O Flamengo terá um desfalque de peso em um jogo importantíssimo pela Copa do Brasil. O técnico Muricy Ramalho, de 60 anos, sentiu-se mal nesta terça-feira à tarde, em casa, e foi internado no Hospital Samaritano, na Barra da Tijuca, com um quadro de arritmia cardíaca. Ele ficará em observação e não estará hoje no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, onde o Rubro-Negro enfrenta o Fortaleza precisando vencer por 1 a 0 para se classificar. Caso ganhe por 2 a 1, o jogo vai para os pênaltis. O empate é do time cearense.

“É um problema de coração. A fibrilação atrial (arritmia cardíaca) se dá quando se tem ritmo irregular do coração, mas não tem nada a ver com infarto. Vamos avaliar junto com a equipe médica que está no Samaritano. Ele está bem, estável e será reavaliado amanhã (hoje)”, explicou Marcio Tannure, médico do Flamengo, que deixou de ir a Volta Redonda para ficar acompanhando o treinador rubro-negro.

Guerrero estará em campo nesta quarta-feiraGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Não é a primeira vez que Muricy tem esse problema. No dia 25 de setembro de 2014, ele era treinador do São Paulo e sentiu-se mal justamente após uma partida contra o Flamengo. Ficou quatro dias internado e voltou aos gramados em 6 de outubro.

No jogo de hoje, o clube ainda não sabe quem vai comandar o time. Tata é o fiel escudeiro de Muricy e o acompanha há anos. Jayme de Almeida é auxiliar fixo do clube e já foi o treinador do Flamengo em 2013, quando o time conquistou a Copa do Brasil após a saída de Mano Menezes do comando técnico.

“Eu, Fred Luz (diretor do clube) e o Márcio (Tannure) fomos os primeiros a ir para o hospital. O treino foi comandado por telefone, na ida ele já tinha passado para o Tata e o Jayme. A decisão ainda não foi tomada sobre quem comandará o time, isso será definido ainda. É questão de procedimento, mas ambos viajam (Tata e Jayme)”, explicou o diretor-executivo Rodrigo Caetano.

Um boletim médico será divulgado pelo Flamengo hoje, por volta de meio-dia, com as condições do treinador e se ele precisará ficar mais tempo no hospital. A torcida do clube se solidarizou e a hashtag #ForçaMuricy era um dos assuntos mais comentados do Brasil no Twitter.