Flamengo sob a mística do interino

Boa estreia de Zé Ricardo lembra passagens de treinadores que fizeram história na Gávea

Por O Dia

Rio - Mística é uma palavra comum no Flamengo. Muito se fala do uniforme, que segundo Nelson Rodrigues ‘chegará um dia que não precisará de jogadores, ou técnico, só a camisa bastará’. Outro fator sobrenatural seriam os interinos que estiveram presentes em algumas das grandes conquistas rubro-negras como Paulo Cesar Carpegiani na Libertadores e Mundial de 1981, Carlinhos no Brasileiro de 1987 e, mais recentemente, Andrade em 2009. Desta vez, Zé Ricardo é a bola da vez e a vitória na estreia jogando fora de casa, com um jogador a menos, encheu a torcida de esperança em ver a história se repetir.

Zé Ricardo começou bem no FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

O volante Willian Arão, que, pela primeira vez, foi capitão da equipe exaltou o comandante interino Zé Ricardo e as novidades que apresentou aos jogadores mesmo com pouquíssimo tempo de treinamento.

“O Zé Ricardo trouxe algumas coisas novas em saída de bola e posicionamento. Ele passou o que entende de futebol. Cada treinador tem sua metodologia, e ele nos passou o que poderia nos levar à vitória. Ele conversou com alguns jogadores antes da partida. Estava muito motivado, vimos o brilho nos olhos dele por estar ali”, disse Arão sobre a estreia do treinador em um time profissional e exaltou a organização do ‘novo Flamengo’.

“Mesmo depois da expulsão conseguimos nos manter organizados. Ele pediu organização o tempo todo.”

Alex Muralha deve ser mantido no time

Apesar da afirmação do técnico Zé Ricardo de que Paulo Victor é o titular da equipe, Alex Muralha, que foi muito elogiado após a boa atuação diante da Ponte Preta, deve ser mantido entre os titulares para o jogo de quinta-feira, contra o Vitória, em Volta Redonda.

Paulo Victor se reapresentou ainda com muitas dores na região lombar e não treinou permanecendo o tempo todo no departamento médico. A tendência é de que ele fique de fora do time pelo menos até o jogo contra o Palmeiras, domingo, em Brasília.

Fernandinho, que foi expulso contra a Ponte, cumpre suspensão e Gabriel deve ser o substituto.