Flamengo quer corrigir erros para ter 'destino melhor' contra o Internacional

Zé Ricardo admitiu falhas, mas elogiou postura da equipe na derrota por 2 a 1 para o Fluminense, na Arena das Dunas

Por O Dia

Rio Grande do Norte - O Flamengo poderia ter se firmado no G-4 do Campeonato Brasileiro, mas acabou esbarrando nas suas próprias falhas, que levaram o Fluminense a fazer 2 a 1, neste domingo, na Arena das Dunas. Apesar dos problemas apresentados pela equipe ao longo do jogo, o Rubro-Negro foi superior na partida e recebeu elogios de Zé Ricardo. O técnico ainda comentou a opção de iniciar o jogo com Ederson e, no intervalo, trocá-lo por Emerson Sheik. A substituição foi bastante contestada, já que acabou prejudicando o lado esquerdo.

"A gente queria ganhar agressividade pelo lado esquerdo, sentimos que o Jorge não estava conseguindo fazer o jogo andar por ali. Mas infelizmente as coisas não ocorreram do jeito que a gente gostaria. Pelo contrário, o Fluminense encontrou espaços e cresceu. Mas não foi isso (entrada de Sheik) que determinou os gols da partida, que saíram em lances diferentes. Mas é assim mesmo. Vão ter substituições que vamos acetartar e outras não vão dar certo. O grupo está de parabéns, criaram até o último momento. A gente conseguiu produzir um jogo ofensivo que nos permite sonhar que na quarta-feira o destino da partida pode ser melhor", disse Zé Ricardo, que também comentou a escolha de poupar Rodinei e Everton:

"Tanto Rodinei quanto Everton vinham demonstrando esforço acumulado, com risco de lesão muscular. Optamos por utilizar outros, seguramos eles, deixamos como opção. A gente acredita no plantel, tanto que escolhemos o Ederson que treina bem e entrou bem. Vamos fazer com que todos rodem e joguem. A competição é dura e vai precisar."

Na próxima rodada o Rubro-Negro terá um confronto direto pela frente: o Internacional, vice-líder do Brasileirão. A partida pode servir para recuperar o Flamengo na tabela - a equipe é a sexta colocada, com 17 pontos. Os dois se enfrentam na quarta-feira, às 19h30, no Kléber Andrade.

"A competição apresenta nuances que não nos permitem posicionar nenhum grande favorito. São as sequências de resultados que acabam dando afirmação para a gente. Muitas equipes estão se construindo, e o Flamengo é uma delas. O time apresenta potencial para brigar lá em cima. Clássico sempre tem um ingrediente especial, queríamos aproveitar o bom momento. Agora é brigar contra o Internacional para recuperar os três pontos", concluiu Zé Ricardo.