Alívio no Flamengo: técnico Zé Ricardo e Rodrigo Caetano escapam de gancho

Treinador e diretor de futebol foram absolvidos no julgamento por ofensas na derrota rubro-negra para o Corinthians

Por O Dia

Rio - O dia do Flamengo não se resumiu apenas aos treinos no Ninho do Urubu. Zé Ricardo e o diretor de futebol Rodrigo Caetano foram julgados no STJD pelos acontecimentos no jogo contra o Corinthians, quando o técnico foi expulso de campo. A sessão acalmou os ânimos rubro-negros: ambos foram absolvidos de suas acusações e não cumprirão pena.

Durante a derrota por 4 a 0 para o Corinthians, Zé Ricardo foi obrigado a deixar o campo, por conta de ofensas ao árbitro. A situação ocorreu após uma dura falta em Ederson, que o árbitro Heber Roberto Lopes não sinalizou a infração. Por isso, o técnico foi julgado pelo artigo 258, sobre 'assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva'. A pena poderia ser de suspensão de até seis partidas, mas o treinador saiu ileso.

Já Rodrigo Caetano discutiu com o árbitro durante o intervalo da partida na Arena Corinthians. Por isso, respondeu pelo artigo 243-F, por ofensa à honra por 'fato relacionado diretamente ao desporto'. O dirigente podia ter de pagar multa de R$ 100 a R$ 100 mil, além de suspensão de 15 a 90 dias.

Zé Ricardo foi absolvido em julgamento por ofensas a Heber Roberto LopesDivulgação