Gol de Marcelo Cirino é 'eleito' o mais importante do Flamengo na Sul-Americana

Zé Ricardo celebrou a vitória por 3 a 1, mas afirmou que o gol no fim da primeira partida foi essencial para a classificação do Fla

Por O Dia

Espírito Santo - O Flamengo soube se impor e ser paciente e, com méritos, derrotou o Figueirense por 3 a 1, no Kleber Andrade. A vitória valeu mais ainda por ter garantido a classificação para as oitavas de final da Sul-Americana. Com golaços de Everton, Jorge e Fernandinho, o Rubro-Negro precisava exatamente deste placar para avançar na Sul-Americana. Zé Ricardo comemorou a atuação, mas relembrou do primeiro jogo - quando perdeu por 4 a 2 - para elogiar um jogador que nem viajou para o Espírito Santo.

"Eu vou escolher (o gol mais importante). Foi o gol do Marcelo Cirino em Florianópolis. Aquele gol colocou a gente na disputa. Optei por não trazer o Marcelo por uma questão tática, conversei com ele, precisávamos de jogadores que têm dribles curtos. Por isso decidimos não trazer o Marcelo. Mas o gol mais importante da classificação foi do Marcelo Cirino", disse Zé Ricardo, que completou:

"Ele fez aquele gol num momento muito complicado daquela partida. Conversei com ele antes do jogo, disse que o retirava deste jogo por opção tática. Mas aquele gol que nos manteve vivo nessa disputa."

Mas para Zé Ricardo a classificação teve um peso ainda maior. Após a derrota no Orlando Scarpelli, o técnico sofreu diversas críticas por conta da escalação escolhida. Na ocasião, optou por usar um time misto. Sempre batendo na tecla do planejamento rubro-negro, o treinador aproveitou o momento de êxtase para desabafar.

"Antes desse jogo, escutamos algumas colocações de forma irresponsável de que não estávamos valorizando a competição. Ouvi também que não estávamos valorizando a equipe do Figueirense, um absurdo maior ainda. E o absurdo maior é que estávamos escalando jogadores por imposição da direção. Se a gente não tivesse poupado os jogadores, não teria dado certo contra a Chapecoense. Fizemos um planejamento, esse resultado é mérito de todo o departamento de futebol. Se passa o Real Garcilaso, vamos ter que ir para Cusco, a 3800 metros de atitude", concluiu.

O Flamengo enfrentará nas oitavas de final da Sul-Americana o vencedor do confronto entre Real Garcilado e Palestino. Pelo Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro, vice-líder, encara a Ponte Preta na próxima quarta-feira, às 21h45, no Kleber Andrade.