Flamengo exalta 'força mental' dos jogadores na vitória sobre a Ponte Preta

Zé Ricardo elogiou a dedicação dos atletas na partida desta quarta-feira

Por O Dia

Espírito Santo - O Flamengo saiu na frente, mas cedeu o empate à Ponte Preta. Se viu dominado durante algum tempo, mas logo buscou a recuperação dentro de campo. O resultado foi mais uma vitória - por 2 a 1, em Cariacica -, e a manutenção do sonho do título. Apesar disso, Zé Ricardo destacou outro fator positivo da atuação desta quarta-feira: a entrega dos jogadores.

"Independentemente de não ter ido bem no primeiro tempo, foi um jogo agradável. Fizemos uma correção pelo lado direito, e a Ponte continuou levemente melhor porque tinha de buscar o empate. Depois do empate deram um passo atrás, e isso acabou facilitando para a gente. Acho que merecemos o gol da vitoria pela nossa luta. Mas, pelo balanço do jogo, talvez o empate deveria sido o placar mais justo. Quando não se consegue jogar tão bem e se vence, é muito importante. Os atletas se doaram bastante. Eles foram fantásticos, mostraram que são muito fortes mentalmente", disse Zé Ricardo.

Gabriel marcou o primeiro gol da vitória do Flamengo sobre a Ponte PretaDivulgação

Assim como aconteceu na última semana, o gol salvador veio pelos pés de Fernandinho. O jogador entrou no segundo tempo e cumpriu seu papel, balançando as redes e dando a vitória ao Rubro-Negro. O mesmo havia acontecido na partida contra o Figueirense, pela Sul-Americana.

"O gol foi consequência de vários fatores, sinceramente não me preocupo com quem faz o gol, mas com o rendimento coletivo. Hoje rendemos menos, mas nos doamos bastante, eles foram fantásticos, mostraram que são muito fortes mentalmente. O Fernandinho fez o gol. Ele trabalha bastante, assim como Marcelo Cirino, Gabriel, Everton, Adryan e Thiago Santos, que fazem a mesma função", determinou Zé, que completou:

"Gabriel e Fernando vêm amadurecendo, apesar de serem experientes. O importante é que o grupo vem acreditando no companheiro, e há uma vibração muito grande no lance certo ou na hora do gol. Seja em campo ou no vestiário. No Scarpelli com o Figueirense, o vestiário foi de alto nível de cobrança, e a gente incentiva. O que acontece é o ambiente que todo o clube criou, desde direção, comissão e jogadores, o que faz com que possamos acreditar que nosso sonho pode acontecer."

O Flamengo segue na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, agora com 43 pontos. No sábado o Rubro-Negro encara o Vitória, às 18h30, no Barradão.