Zé Ricardo descarta 'cheirinho de hepta' e deixa empolgação para a torcida

Técnico do Flamengo tenta impedir que euforia contamine o grupo

Por O Dia

Rio - O ‘cheirinho de hepta’ ganhou as ruas, as redes sociais e a arquibancada do Estádio Kleber Andrade. Sem desviar o foco no consistente trabalho, Zé Ricardo deixa a euforia para a torcida rubro-negra. Com aproveitamento de 65% à frente do Flamengo no Brasileiro, o técnico considera que resultados como o da suada vitória de 2 a 1 sobre a Ponte Preta credenciam a equipe a sonhar alto, sem tirar os pés do chão. Com o grupo na mão e blindado pelo aroma que contagiou a torcida, Zé cobra seriedade.

Zé Ricardo não quer saber de euforiaGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

“Absolutamente não, tem que deixar para a torcida toda essa euforia. Lógico que, com os resultados, nos motivamos a buscar algo grande na competição. Temos adversários fortíssimos, cada jogo tem uma dificuldade diferente, e tenho certeza de que se seguirmos assim, poderemos mais para a frente estar credenciados para brigar pelo titulo. Temos que trabalhar todo dia e deixar isso com a torcida”, disse Zé Ricardo.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Contra a Ponte Preta, o treinador completou a 20ª partida no cargo no Brasileiro. A sequência de 12 vitórias, três empates e cinco derrotas mantém o Flamengo, com 43 pontos, na cola do líder Palmeiras, com 46. Dos quatro resultados positivos em Cariacica, Zé Ricardo classificou o triunfo contra o Ponte o mais complicado.

“A Ponte é um adversário muito duro, sem dúvida esta foi a partida que mais tivemos dificuldades das seis que jogamos em Cariacica. Por isso, foi uma vitória maiúscula, de equipe que quer chegar longe na competição”, disse.