Zé Ricardo destaca importância de Guerrero no Fla e projeta retorno do atacante

Técnico espera contar com o atacante peruano ainda esta semana

Por O Dia

São Paulo - O Flamengo tem reforçado a ideia de que não depende de Paolo Guerrero para que o ataque funcione. A última vez que o peruano jogou foi contra a Chapecoense, na 22ª rodada do Brasileirão. Desde então, se apresentou à seleção do Peru, sofreu com uma indisposição estomacal e, por fim, uma sinusite o tirou da partida contra o Figueirense. Apesar de não contar com o atacante há cinco jogos, Zé Ricardo garantiu que a equipe rubro-negra precisa dele.

Zé Ricardo elogiou equipe do Flamengo e reforçou a importância de GuerreroDivulgação

"Importância do Guerrero para a nossa equipe é muito grande. Passou pelo período de uma indisposição, depois virose, seria muito desgastante numa partida às 11h. Esperamos contar com ele amanhã (segunda-feira) no treinamento, para que ele possa nos atender na Sul-Americana e no Brasileiro", determinou.

Substituto de Guerrero, Leandro Damião não teve sua melhor atuação diante do Figueirense, neste domingo. Além disso, o jogador perdeu um pênalti, ainda no primeiro tempo. Na etapa final, acabou substituído por Felipe Vizeu, que correspondeu à altura, mas desperdiçou algumas chances claras de gol.

"Temos falado que o que menos importa é quem faz o gol. Fiquei feliz com a produção da equipe, preparamos o time para atacar realmente, deixamos o time mais compacto. O fato de os meias estarem aparecendo é uma sequência natural. Sabíamos que tínhamos que criar muito, pois o Figueirense ficaria plantado na entrada da área. Atacantes estão ali para fazer gol, Damião não conseguiu converter o pênalti mais por mérito do goleiro. Vizeu também perdeu duas ou três, a gente entende, ele quer fazer o gol. Ainda bem que não fez falta. É um ponto a ser observado no pós-jogo", disse Zé Ricardo.

O Flamengo segue na briga direta pelo título do Campeonato Brasileiro, na vice-liderança, com 50 pontos - apenas um a menos que o Palmeiras. O time vem de uma boa sequência de jogos no Campeonato Brasileiro. Mas o próximo compromisso é pela Sul-Americana: na quarta-feira, o Rubro-Negro encara o Palestino, às 21h45.

"A torcida do Flamengo cobra, empurra, no momento ruim cobra bastante, a gente sabe da possibilidade também. A gente quer esticar essa boa fase o maior tempo possível. Quando vê, a gente percebe pelas ruas, no hotel tem sempre muitos torcedores. É um momento muito feliz, me sinto honrado em ajudar. Os jogadores têm mostrado paixão em trabalhar diariamente. A gente só pode acreditar que nesse ritmo a gente pode aumentar nossas possibilidades", concluiu.