Por pedro.logato
Rio - A luta pelo vice-campeonato brasileiro já não faz tanto sentido. No Flamengo, o clima ainda é de muita tristeza. Abalado, o técnico Zé Ricardo lembrou, ontem, no Ninho do Urubu, de como o grupo rubro-negro foi bem tratado quando jogou em Chapecó.
Zé Ricardo falou sobre a tragédia envolvendo a ChapeGilvan de Souza / Flamengo

“Os nossos sorrisos congelaram esta semana. Meu primeiro susto na relação com eles foi quando chegamos a Chapecó. A maneira carinhosa deles de cederem as instalações para a gente, o povo na cidade, tudo já mostrava um clube diferente”, disse o treinador, que lembrou de seu contato com Caio Júnior: “Ele me desejou boa sorte, me parabenizou pelo trabalho. Percebi sinceridade nas palavras dele. Ganhou um fã.”

O clube divulgou a foto da camisa do Flamengo, com o escudo da Chapecoense, que o time usará contra o Atlético-PR, dia 11. A equipe entrará em campo com a camisa do clube catarinense.  Além disso, as lojas Espaço Rubro-Negro, vão gravar de graça a hashtag #ForçaChape.