Flamengo ignora posicionamento da Fifa sobre Mundial: 'Não muda os fatos'

Rubro-Negro afirmou que é campeão mundial de 1981, ainda que a entidade máxima do futebol não reconheça, e relembrou Brasileiro de 87

Por O Dia

Rio - A Fifa reacendeu nesta sexta-feira uma polêmica ao voltar a afirmar que não reconhece como títulos mundiais os torneios disputados antes de 2000, quando a entidade passou a organizar o campeonato. Com isso, o Flamengo deixaria de ser campeão mundial de 1981. No entanto, o clube carioca se posicionou neste sábado e preferiu ignorar a decisão.

Nunes comemora um dos gols do Flamengo contra o LiverpoolReprodução

Em resposta ao pronunciamento dos dirigentes da Fifa, o Rubro-Negro lembrou até mesmo do Campeonato Brasileiro de 1987, que gera polêmica até os dias de hoje.

"O posicionamento da Fifa não muda os fatos: o Flamengo é campeão mundial de 1981, assim como é o campeão brasileiro de 1987", afirmou o clube, em nota endereçada ao UOL Esporte.

Além disso, o Grêmio, campeão mundial em 1983, também criticou a decisão da entidade, reforçando a postura de reconhecer as "finais intercontinentais" como o Mundial Interclubes da época.

"Essa situação não nos retira nada do título. A disputa foi intercontinental, era a modalidade que existia na época. Sempre se vendeu como uma final interclubes, era o mundial que existia, só não era patrocinado pela Fifa, o que não faz diferença alguma. Não muda em nada o sentimento dos gremistas quanto a nossa conquista de 1983", afirmou Romildo Bolzan, presidente do Tricolor Gaúcho.

O Santos também voltou a afirmar a relevância de tais competições para o futebol mundial, mas afirmou não ter recebido nenhum ofício da Fifa. Outros campeões mundiais, como Palmeiras, campeão da Copa Rio de 1951, e São Paulo, preferiram não se pronunciar.