Após perfil oficial, vice do Flamengo também polemiza nas redes sociais

'Kibe Loco' é vice presidente de comunicação do Flamengo e se pronunciou após o polêmico post da conta oficial do rubro-negro no Twitter

Por O Dia

Rio - Uma publicação da conta oficial do Flamengo no Twitter foi bastante criticada por internautas, na noite deste domingo. O rubro-negro fez uma brincadeira com a frase "não adianta fugir, não adianta correr". Torcedores do Botafogo entenderam que a frase fazia referência a confusão que aconteceu antes da partida. No episódio, um torcedor foi assassinado. 

Antonio Tabet também polemizou em sua conta pessoal do TwitterReprodução Twitter

Mesmo após toda essa polêmica, o vice presidente de comunicação do Flamengo, Antonio Tabet, também conhecido com "Kibe Loco", se pronunciou e não satisfeito voltou a polemizar. "É sério que estão tentando camuflar a derrota inventando uma "apologia"? Seria infantil se não fosse tão inconsequente e irresponsável", disse.

E o "humorista" continunou: "Somos todos menos alguns. Acostumem-se. Tudo é maior, mais importante, mais relevante. Isso aqui é Flamengo", finalizou.

Tabet se manifestou em sua conta pessoal no TwitterReprodução Twitter

Botafogo não gostou da brincadeira

O Botafogo não gostou da brincadeira que o perfil oficial do Flamengo fez e respondeu logo em seguida.

"Num dia de tensão no entorno no Estádio Nilton Santos, com cenas de violência e até um torcedor morto, o Botafogo lamentou a atitude do adversário e postou na mesma rede social: "É sério que estão fazendo apologia à violência em um dia de confusão e morte? Para nós, o futebol não é isso. Começa por paz nos estádios."

Antes da partida, uma confusão tomou conta do setor destinado para a torcida alvinegra com muito corre-corre, bombas de gás e spray de pimenta. Segundo informação da PM, um carro passou pelo setor e atirou conta botafoguenses que estariam esperando para entrar no Engenhão.

Os feridos foram levados para o Hospital Municipal Salgado Filho e um torcedor morreu com um tiro no peito. Outros três estão internados em estado grave, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.