Memória: Em cobrança de falta perfeita, Pet garante o Carioca de 2001 para o Fla

Título até hoje é lembrado pela torcida rubro-negra como um dos mais importantes da história do clube

Por O Dia

Rio - A rivalidade entre Flamengo e Vasco aumenta a cada clássico decisivo entre as equipes. Brilhar em um jogo tão importante pode garantir ao jogador uma marca eterna na história do clube, como aconteceu com Petkovic. No Campeonato Carioca de 2001, quando tudo parecia perdido, o ídolo rubro-negro aproveitou uma falta nos minutos finais para escrever seu nome na galeria de craques do time da Gávea e garantir o título estadual.

Petkovic garantiu o tricampeonato para o Flamengo e virou ídolo do clubeMarcelo Regua / Agência O Dia

Na ocasião, o Cruzmaltino venceu o primeiro jogo da final por 2 a 1, no Maracanã, e levou vantagem para a segunda partida. O Rubro-negro entrou em campo precisando superar o adversário por dois gols de diferença para garantir o título estadual daquele ano, missão que não seria nada fácil.

Na segunda partida, o Flamengo logo abriu o placar com gol de Edílson, mas Juninho Paulista apareceu aos 40 minutos do primeiro tempo para deixar tudo igual e aumentar a pressão para os adversários. Na volta para a segunda etapa, Edílson colocou o Rubro-negro novamente na frente, marcando o segundo gol.

O time treinado por Zagallo foi para o tudo ou nada e encontrou uma boa oportunidade de bola parada aos 43 do segundo tempo, o que poderia significar a última chance de tirar o título das mãos do rival. Em uma cobrança de falta perfeita, Petkovic acertou o ângulo do goleiro Hélton e fez calar a torcida adversária, garantindo a conquista do tricampeonato estadual para o Flamengo.

Campeonato Carioca 2001

VASCO 1 x 3 FLAMENGO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Arbitragem: Léo Feldman
Público: 60.038

Cartões amarelos: Helton, Jorginho Paulista, Juninho Paulista, Cleberson e Fabiano Eller (Vasco); Juan e Beto (Flamengo)

Gols: Edílson (Flamengo - aos 23' do primeiro tempo), Juninho Paulista (Vasco - aos 40' do primeiro tempo); Edílson (Flamengo - aos 8' do segundo tempo) e Petkovic (Flamengo - aos 43' do segundo tempo).

Vasco: Helton, Clebson, Geder (Odvan), Torres e Jorginho Paulista; Fabiano Eller, Paulo Miranda, Pedrinho (Jorginho) e Juninho Paulista; Euller e Viola (Dedé). Técnico: Joel Santana.

Flamengo: Júlio César, Alessandro (Maurinho), Fernando, Juan, Cássio, Leandro Ávila, Rocha, Beto (Jorginho), Petkovic, Reinaldo (Roma) e Edílson. Técnico: Zagallo.