Zé Ricardo esconde a escalação para o jogo desta quarta contra o San Lorenzo

Rômulo pode ser opção para o time jogar mais fechado em Buenos Aires

Por O Dia

Argentina - Zé Ricardo parece estar em sintonia com a geração de Zico. O técnico garante que não quer correr o risco de depender do resultado entre Atlético-PR e Universidad Católica. Mesmo sem ter revelado qual escalação mandará a campo, o treinador afirmou que a ideia é buscar a manutenção da liderança do Grupo 4 para, assim, poder decidir em casa nas oitavas de final.

Zé Ricardo promoveu mudança no FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

"Vai ser um jogo fundamental. Do primeiro semestre, o de mais peso. Temos que fazer um bom jogo e conseguir pelo menos um empate e garantir o primeiro lugar", disse.

Rômulo é uma opção. Com o volante em campo, Zé Ricardo espera reforçar a bola aérea do time, tanto defensiva como ofensivamente. O time, porém, só será divulgado momentos antes da partida. Nesta terça-feira, foi dia de testes e de reconhecimento do gramado do Estádio Novo Gasômetro.

"Decisão que ainda vamos tomar, temos possibilidade de começar com ele. Esperamos ganhar com Rômulo poder de preenchimento de meio-campo e na bola aérea. Podemos usar Renê na linha de trás com Trauco ao centro, mas ainda não definimos. Já deu certo. Fizemos trabalho com Rômulo e Arão, também fizemos com Gabriel e Trauco na zona central", afirmou.

Zé Ricardo não se ilude com a aplicada pelo Fla por 4 a 0 sobre o adversário desta noite na estreia da Libertadores: "Eles têm uma força muito grande, logicamente pelo crescimento que tiveram na competição e no Argentino virão muito motivados".