Zé Ricardo aposta em Guerrero como arma para defender seu trabalho no Flamengo

Pelo time rubro-negro, o atacante fez quatro gols no Fluminense, adversário deste domingo no Maracanã

Por O Dia

Rio - Zé Ricardo aposta em Guerrero como arma para defender seu trabalho e conduzir o Flamengo a uma saída da crise. Confirmado, na última sexta-feira, pelo treinador, no clássico de amanhã, às 16h, no Maracanã, contra o Fluminense, o atacante tem no Tricolor uma de suas vítimas favoritas. Com a camisa rubro-negra, são quatro gols no rival em seis encontros — 0,66 de média. Apenas Botafogo e Boavista tiveram tantas vezes as suas redes balançadas pelo camisa 9.

Guerrero está de volta ao Flamengo depois de defender o Peru em dois amistososGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Pelo Flamengo, Guerrero ganhou três vezes do Fluminense, empatou duas e perdeu apenas uma — aproveitamento de 61,11%. Pelo Corinthians, acumulou uma vitória e um empate. Ainda colocou mais um gol na lista. No total, marcou cinco vezes contra o Tricolor, em oito partidas — 0,62 de média — e obteve 62,5% dos pontos disputados.

Além de Guerrero, Zé Ricardo confirmou também o lateral-esquerdo Trauco no time. Os dois defenderam a seleção peruana em amistosos contra Paraguai e Jamaica. A dupla voltou ao Rio logo após a partida de quarta-feira.

O treinador, no entanto, ainda não definiu toda a equipe. Juan, poupado do jogo contra a Ponte Preta, não tem retorno ao time garantido. A comissão técnica se cerca de cuidados para não sobrecarregar o zagueiro, de 38 anos.

Outra possibilidade de mudança é no meio. Márcio Araújo caiu de rendimento. Além disso, na última rodada, Willian Arão perdeu a vaga para Cuéllar. A mudança tinha o objetivo de melhorar a saída de bola. O técnico só se decidirá depois de analisar as últimas partidas do Fluminense. Rômulo e Ronaldo também brigam por uma chance.