Flamengo goleia o Palestino e fica muito próximo da vaga na Sul-Americana

Rubro-negro levou a melhor sobre a equipe chilena, fora de casa

Por O Dia

Chile - O Flamengo está muito perto das oitavas de final da Sul-Americana. Em sua primeira partida pela competição, o Rubro-negro se impôs ao Palestino, no Chile, venceu por 5 a 2 e abriu uma bela vantagem sobre o adversário na competição.

As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 8 de agosto no Rio de Janeiro. O Flamengo pode até ser derrotado por três gols de diferença, caso o Palestino não marque mais de quatro gols. A derrota por dois gols também serve ao Rubro-negro. 

Pelo Campeonato Brasileiro, a equipe da Gávea volta aos gramados no sábado. O adversário será o Vasco, em São Januário, às 18 horas.

Flamengo derrotou o Palestino e ficou perto da classificaçãoDivulgação

O JOGO

O primeiro tempo entre Flamengo e Palestino foi de poucas emoções. Apesar do domínio que a equipe carioca teve de posse da bola, os rubro-negros não conseguiram criar muitas chances de gol. O time chileno tinha muita dificuldades técnicas e também pouco fez para um mandante.

Controlando a posse de bola, o Flamengo quase não foi ameaçado. A equipe carioca no entanto não conseguiu ter grandes oportunidades. O Rubro-negro tentava construir as jogadas pelas pontas. Muitas vezes facilitando o corte da equipe do Palestino.

A melhor oportunidade dos visitantes aconteceu em um lance de bola parada. Depois de cobrança de escanteio, Damião desviou no primeiro pau, a bola ia morrendo para o fundo das redes, mas em cima da linha, a zaga do time chileno conseguiu o corte.

Equipes voltam a se enfrentar em agosto no Rio de JaneiroDivulgação

Os donos da casa também conseguiram ter pelo menos uma boa chance antes do intervalo. Torres lançou Gutiérrez, que invadiu a área e bateu cruzado, assustando o goleiro Thiago.

O segundo tempo começou com um gol do Flamengo. Com um minuto, Everton cobrou escanteio, a bola passou por Damião, que foi agarrado dentro da área, e desviou no pé de Réver, antes de entrar no fundo das redes do Palestino.

Só que a vantagem rubro-negra durou muito pouco tempo. Aos quatro minutos, os donos da casa empataram. Após levantamento para área, a defesa do Flamengo cotou mal e Romo finalizou para o fundo das redes.

O gol fez os chilenos irem para cima e o segundo gol saiu. Após cruzamento, a defesa do Flamengo furou e Vidal apareceu livre para virar a partida para o Palestino aos 11 minutos.

Em desvantagem, o Flamengo rapidamente voltaria para o jogo e conseguiria marcar duas vezes. O empate dos cariocas sairia  aos 14 minutos. Berrío se embolou com a zaga do Palestino e finalizou para o fundo das redes. No lance seguinte, Everton foi no fundo e cruzou para Damião, de calcanhar, fazer o terceiro.

O jogo deu uma acalmada, mas o Palestino seguiu buscando gols. Aos 27 minutos, Vidal recebeu em boas condições, mas na hora de finalizar acabou sendo travado na pequena área por Rafael Vaz. No escanteio, Toro subiu livre e cabeceou para fora, assustando o goleiro Thiago. 

E o Flamengo ainda marcaria mais dois e ficaria com a vaga quase assegurada. Aos 36 minutos, depois de escanteio, Rafael Vaz apareceu para completar para o fundo das redes. Aos 43 minutos, Éverton Ribeiro faria o seu primeiro gol com a camisa do Rubro-negro. O apoiador foi derrubado dentro da área, após contra-ataque, pênalti. Na cobrança, ele mesmo bateu e converteu dando números finais ao jogo.

FICHA TÉCNICA
PALESTINO 2 X 5 FLAMENGO

Local: Apoquindo, Santiago, Chile
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Ivan Nuñez (ARG)
Cartão amarelo: Diego Torres (PAL)
Gols: Réver, 1'/ 2°T (0-1); Romo, 4'/2°T (1-1); Vidal, 11'/2°T (2-1); Berrío, 14'/2°T (2-2); Leandro Damião, 15'/2°T (2-3); Vaz, 36'/2°T (2-4); Everton Ribeiro 44'/2°T (2-5).

Palestino: Darío Melo; Romo (Rosende, 23'/2°T), Toro, Vidal e Diego Torres; Fernández, Cereceda e Diego Gutiérrez; Arario (Tapia, 36'/2°T), Roberto Gutiérrez e Sebastián Pinto (Carmona, intervalo). Técnico: Germán Cavalieri.

Flamengo: Thiago, Rodinei, Réver, Vaz e Renê; Cuéllar, Arão (Rômulo, 25'/2°T) e Everton Ribeiro; Berrío (Mancuello, 35'/2°T), Éverton e Leandro Damião (Vizeu, 39'/2°T). Técnico: Zé Ricardo.