Geuvânio celebra primeiro gol pelo Flamengo, mas diz: 'Não cheguei no meu ápice'

Jogador deixou o dele na goleada sobre o Palestino na Ilha do Urubu

Por O Dia

Rio - O atacante Geuvânio foi um dos destaques da goleada do Flamengo sobre o Palestino, do Chile, por 5 a 0, pela Copa Sul-Americana. Ele aproveitou a fragilidade do adversário para marcar o seu primeiro gol pelo clube na última quarta-feira e ganhar um pouco de tranquilidade para seguir trabalhando. Mas o próprio jogador admitiu a necessidade de evoluir individualmente.

"O gol foi muito importante para dar tranquilidade. Trabalhei bastante para que ele saísse. Ainda não cheguei ao meu ápice, mas com os jogos vou atingir minha forma física ideal. Estou melhorando. Nesse jogo contra o Palestino, me senti melhor para fazer o que fazia antes, que era atacar e marcar", declarou nesta sexta-feira.

Geuvânio desencantou pelo FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Contratado junto ao futebol chinês, Geuvânio estava longe da melhor forma física quando chegou em junho e, por isso, tem entrado aos poucos na equipe. Apesar da condição de reserva, o jogador garantiu que está muito feliz no Flamengo e, principalmente, com o retorno ao Brasil.

"Estou muito feliz de voltar ao Brasil, estar perto dos meus familiares. Ainda mais agora com a chegada do meu filho, que trouxe uma alegria enorme para o meu coração. Estou muito motivado. Tenho me dedicado para sempre fazer o melhor. Saí esgotado contra o Palestino, mas bem satisfeito com a minha atuação. Espero poder fazer isso em todos os jogos", disse.

Geuvânio deve voltar ao banco de reservas para a próxima partida do Flamengo, neste domingo. A equipe carioca terá pela frente o abalado Atlético Mineiro, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro. O time alvinegro vem em crise e pressionado depois da eliminação na Libertadores para o Jorge Wilstermann, da Bolívia, mas ninguém no lado carioca espera facilidade no fim de semana.

"Será um jogo muito difícil. A gente sabe que mesmo com o Atlético Mineiro passando por essa situação, estará jogando dentro de casa, um fator que pesa muito. É uma equipe muito rápida, com jogadores de qualidade ali na frente. Temos que tomar cuidado para não sermos surpreendidos. No jogo contra o Palestino, a equipe se doou muito e contra o Atlético Mineiro não pode ser diferente para que façamos um grande jogo e consigamos sair com a vitória", analisou.