Com reservas, Flamengo enfrenta o Paraná por vaga na semifinal da Primeira Liga

Reinaldo Rueda usará a competição como laboratório e aposta em garotos

Por O Dia

Rio - O Flamengo entra em campo com uma equipe reserva para enfrentar o Paraná, nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES), pelas quartas de final da Copa da Primeira Liga. Organizado por uma liga de clubes, o campeonato reúne equipes de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Ceará e começou a ser disputado em janeiro, aproveitando datas livres no calendário da CBF. Se houver empate, a decisão será nos pênaltis O vencedor já vai disputar no próximo domingo a semifinal do torneio contra quem passar de Internacional e Atlético Mineiro. A decisão está agendada para o dia 8 de outubro.

Vinicius Junior será titular nesta quarta-feiraGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

A equipe carioca fará a sua quinta partida sob o comando do técnico colombiano Reinaldo Rueda. Até agora foram três vitórias e um empate, com cinco gols marcados e nenhum sofrido. O Flamengo garantiu vaga na final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro e evoluiu da sétima para a quinta posição no Campeonato Brasileiro.

Sem pressão na Copa da Primeira Liga, Reinaldo Rueda vai poupar os titulares nesta quarta-feira e a grande expectativa é pela volta do meia argentino Darío Conca, que deve começar no banco de reservas. O lateral-esquerdo Pablo Maldini e o zagueiro Thurler foram relacionados pela primeira vez para uma partida oficial no time profissional.

O goleiro Alex Muralha será o titular para ganhar ritmo de jogo. Como Diego Alves não pode disputar as finais da Copa do Brasil, porque quando foi contratado o prazo para inscrição no torneio já havia acabado, Muralha foi escalado também para a Copa da Primeira Liga. "Temos Copa do Brasil e os jogadores têm de entrar no ritmo. Alex e Thiago sempre corresponderam quando entraram. Uma pena eu não poder disputar a Copa do Brasil", afirmou Diego Alves.

Sobre a Copa da Primeira Liga, o goleiro afirmou que "é uma oportunidade de poder testar outros jogadores, dar minutos para eles entrarem em ritmo de jogo". "Mas vamos encarar a competição com muita seriedade. Ninguém gosta de perder, ninguém gosta de se acomodar", completou.

Enquanto o Flamengo vai usar reservas, o Paraná entrará com força máxima. A única mudança em relação à partida anterior da equipe paranaense (vitória por 2 a 0 contra o Juventude) será a entrada do atacante Minho no lugar do meia João Pedro. O time tricolor está em quinto lugar na Série B do Brasileiro com 34 pontos, oito atrás do líder Internacional.

"Estamos completamente focados na Série B. Só que acaba vindo um adversário bom, talvez uma das melhores equipes do Brasil, e a gente tem plenas condições de fazer um bom jogo. É um título que está sendo disputado. Tem que se encarar de uma maneira boa, que a gente tem que fazer um bom jogo, como a gente vem fazendo os últimos jogos. É muito bom para qualquer jogador e equipe. Com certeza, agora estamos totalmente focados contra o Flamengo", afirmou o zagueiro Eduardo Brock.

O Paraná usou as redes sociais para provocar o adversário carioca. Na última segunda-feira, o perfil do clube no Instagram postou que "já apliquei algumas goleadas (inclusive de seis) em um desses clubes. Adivinhe qual?". Abaixo da imagem havia os distintivos do Flamengo, do Íbis-PE e do América-MG. A provocação fez referência principalmente aos 6 a 2 pelo Campeonato Brasileiro de 2003.

O time do Paraná também venceu o Flamengo por 4 a 1 duas vezes (em 1996 e 2005) e por 3 a 0 em outras duas ocasiões (em 2002 e 2003). O goleiro rubro-negro Diego Alves minimizou a provocação. "São coisas pequenas de redes sociais. No campo são 11 contra 11 e cada um vai querer ganhar da melhor maneira".