Após vice na Copa do Brasil, Flamengo busca reabilitação contra a Ponte Preta

Rubro-Negro carioca irá tentar superar trauma por perda de título

Por O Dia

Rio - O Flamengo enfrentará a Ponte Preta nesta segunda-feira, às 20 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, com a missão de se reabilitar no Campeonato Brasileiro em um dos momentos mais delicados para o clube rubro-negro na temporada. A perda do título da Copa do Brasil desencadeou uma onda negativa no ambiente do grupo.

Reinaldo Rueda questionou as cobranças da forma como foram feitas e pediu respeito aos jogadoresDivulgação

Parte da torcida flamenguista não tolerou mais um fracasso na temporada - o time já havia sido eliminado na fase de grupos da Copa Libertadores - e passou a criticar alguns jogadores, especialmente o meia Diego e o goleiro Alex Muralha devido às cobranças de pênaltis no jogo realizado no Mineirão, em Belo Horizonte.

A reação dos torcedores não foi bem assimilada pelo time e pela comissão técnica do Flamengo. O técnico Reinaldo Rueda, em entrevista coletiva na sexta, questionou as cobranças da forma como foram feitas e pediu respeito aos jogadores.

"Me parece ser um desgaste desnecessário. Somos todos uma família e vivemos para o futebol. Técnicos, jornalistas, juízes. Temos que nos respeitar. Não podemos reduzir 90 minutos de futebol em duas situações: Diego e Muralha. É muito triste", frisou Rueda.

O técnico se reuniu com o elenco e procurou recuperar o lado psicológico do elenco, que está bastante abalado. Talvez esse seja o principal desafio para que o Flamengo volte de Campinas com um resultado positivo nesta 26.ª rodada do Brasileirão. Hoje, apesar dos resultados negativos nas duas últimas rodadas, o time rubro-negro ainda ocupa uma posição que garante vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Para o duelo contra a equipe campineira - que luta para fugir da zona de rebaixamento do Nacional -, Rueda pretende colocar o que tiver de melhor em campo. Mas o técnico terá alguns desfalques importantes.

Os peruanos Trauco, Guerrero e o colombiano Cuellar foram liberados para servir as seleções de seus países nas Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial da Rússia nas duas últimas rodadas do qualificatório para a Copa. Berrío, suspenso, também está fora. Por outro lado, o goleiro Diego Alves estará de volta à equipe.