Novo tropeço no Brasileirão aumenta pressão da torcida no Flamengo

Rubro-negro chegou ao quarto jogo consecutivo sem vitória no Brasileirão

Por O Dia

Rio - A quarta partida seguida sem vencer na temporada não foi bem digerida pela torcida do Flamengo que, após o apito final, gritou "time sem-vergonha" e pediu disposição aos jogadores. A decepção dos rubro-negros com a campanha muito aquém do esperado pelo alto investimento do clube em 2017 aumenta a pressão sobre o elenco para a reta final e o técnico Reinaldo Rueda, que só concorda em partes com o protesto.

Reinaldo Rueda vive momento complicado no FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

"Sempre a torcida quer que a equipe ganhe, é o nosso compromisso. Infelizmente tomamos o gol contra, numa situação que faz parte do imponderável do futebol. Pelo resultado, a torcida tem razão (em protestar), mas, pela entrega no campo, é um pouco forte. Mas essa é a exigência do Flamengo, a paixão, o sentimento do torcedor. Estão todos no seu direito", minimizou o treinador.

Ainda assim, Rueda admite que o Flamengo tem deixado a desejar. A principal preocupação, para ele, é em relação ao último lance antes da finalização. Até em função disso, está buscando alternativas no time titular e testou Rômulo no lugar de Willian Arão.

"Estou buscando soluções, respeitando o que aconteceu no último jogo contra a Ponte Preta, quando não estivemos em nível ideal. Por isso fiz alguns ajustes nas escalação. Rômulo vem fazendo bom trabalho nos treinos, vem recuperando-se. Ele seria o equilíbrio entre Márcio Araújo e Everton Ribeiro", explicou o treinador, que, sem poder escalar Guerrero e Trauco de início porque chegaram de madrugada ao Rio, admitiu que só os colocou em campo mais cedo que o planejado por causa do gol do Fluminense.