Exame confirma fratura e Diego Alves só volta aos gramados no próximo ano

Goleiro do Flamengo terá de passar por cirurgia na clavícula

Por O Dia

Rio - Exames realizados nesta sexta-feira confirmaram a suspeita de que Diego Alves sofreu uma fratura na clavícula em partida contra o Junior Barranquilla. A informação foi dada por Márcio Tannure, chefe do departamento médico do Flamengo.

Diego Alves sofreu uma fratura ainda no primeiro tempo de jogo contra o Junior BarranquillaAFP

Galeria de fotos: Torcedores do Flamengo se desesperam com a entrada de Muralha

Segundo o médico, o goleiro ainda passará por uma cirurgia neste sábado. A expectativa é de que a recuperação demore em torno de oito semanas, o que faz com que seu retorno fique para a próxima temporada.

"Diego Alves sofreu um trauma, realizou os exames que confirmaram nossa suspeita de fratura no ombro direito. O tratamento é cirúrgico. Ele será operado amanhã no hospital Samaritano, aqui na Barra. O tempo de retorno esperado é de cerca de oito semanas para essa cirurgia. Temos a expectativa de que no ano que vem esteja apto para retomar as atividades dele."

Por conta da lesão, Diego Alves ficará de fora de partidas decisivas do Flamengo no ano, como o jogo de volta contra o Junior Barranquilla, na próxima semana, as duas últimas rodadas do Brasileirão e, caso o time avance, as finais da Copa Sul-Americana.

O substituto natural do goleiro seria Alex Muralha, contestadíssimo pela torcida, mas que vem ocupando a posição entre as traves quando Diego Alves não pode estar em campo.