Reinaldo Rueda afirma que Everton está '500%' e pede equilíbrio ao Flamengo

Lucas Paquetá deve voltar ao banco de reservas nesta quarta-feira

Por O Dia

Rio - O técnico Reinaldo Rueda preferiu não revelar qual será a escalação do Flamengo para o segundo jogo da final da Copa Sul-Americana contra o Independiente, mas indicou nesta terça-feira que deverá aproveitar o atacante Everton, que está livre de lesão e assim poderá começar jogando na quarta, no Maracanã. 

"O Everton está disponível, está 500%. A participação em Buenos Aires foi importante. A decisão virá nas próximas horas, para ter uma equipe equilibrada. Temos um rival difícil e teremos análises de vídeos. Amanhã (quarta-feira) vou definir a escalação", afirmou Rueda, em entrevista coletiva. 

Reinaldo Rueda falou sobre a expectativa para a finalGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Everton iniciou o duelo com o Independiente na Argentina no banco de reservas, mas agora, melhor condicionado fisicamente, vai atuar normalmente. Com isso, Rueda deverá sacar Lucas Paquetá da equipe, embora possa também tirar Trauco e escalar o atacante na lateral esquerda, para contar com um time mais agressivo. 

Com isso, a tendência é de que o Flamengo inicie a final no Maracanã com a seguinte formação: César; Pará, Réver, Juan e Trauco; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Everton Ribeiro, Everton e Felipe Vizeu.

Derrotado por 2 a 1 no jogo de ida, o Flamengo precisa de um triunfo por dois gols de diferença para não depender da prorrogação ou da disputa de pênaltis para faturar o título da Copa Sul-Americana. Mas mais do que um time agressivo, ele quer ver organização e controle da posse de bola para evitar ser surpreendido pela equipe argentina. 

"Se tivermos a bola vamos ter o controle do jogo. Não vamos atacar por atacar, temos que fazer um jogo inteligente, sem perder o equilíbrio. Estamos enfrentando uma equipe experiente. Estávamos ganhando lá e não controlamos pela emoção. Se quisermos algo grande, temos que ter inteligência e equilíbrio", afirmou. 

Confiante, Rueda lembrou que a equipe esteve em desvantagem nas duas fases anteriores da competição, contra Fluminense e Junior Barranquilla, e conseguiu avançar. "Viramos contra o Fluminense, contra o Junior, amanhã vai ser difícil, mas estamos acostumados", comentou.