Bandeira afirma que Flamengo tentou prevenir atos de vandalismo no Maracanã

Presidente rubro-negro se disse envergonhado com o que ocorreu no estádio, durante reunião com o Ministério Público do Rio de Janeiro

Por O Dia

Rio - As cenas de terror que envolveram o estádio do Maracanã na decisão da Sul-Americana, entre Flamengo e Independiente, ainda repercurte o Rio de Janeiro. O presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, participou de reunião com o Ministério Público do estado nesta segunda-feira e se disse 'envergonhado' com o acontecido.

Bandeira tentou amenizar culpa do Flamengo por incidentes em final da Sul-AmericanaReprodução Internet

O mandatário do clube afirmou que os torcedores que compraram ingressos foram vítimas do vandalismo e aproveitou para destacar que o Flamengo tentou prevenir esse tipo de ação.

"Trouxemos elementos completos que provam tudo que o Flamengo fez para prevenir, alertar as autoridades, por tudo que vinha acontecendo: ameaças de invasão, milhares de argentinos no Rio sem ingresso... Então consta todas as ações no sentido de prevenir".

O procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, atribui responsabilidade ao Flamengo: "As imagens falam por si. São fatos lamentáveis. O presidente tem total consciência de que a responsabilidade antes, durante e depois dos jogos é do clube mandante, é importante que o clube assuma essa responsabilidade", afirmou.

Bandeira tentou diminuir o tamanho da culpa que o Rubro-Negro poderia ter no episódio, indicando que o clube não teria noção do que poderia ter causado e que outros atores podem ter influenciado.

"Garanto a você que o Flamengo jamais imaginou que uma ação sua poderia gerar aquela tragédia, e o Flamengo jamais fugirá às suas responsabilidades. Entendo que o que trouxemos aqui é um atenuante importante. São vários atores, tem de avaliar a culpa de cada um."

Por conta das brigas e das invasões, o Flamengo ainda será julgado pela Conmebol e pode sofrer punição para a próxima edição da Libertadores. Já classificado diretamente para a fase de grupos, o clube pode perder mandos de campo ou até mesmo ser excluído do torneio.