Por fabio.klotz
Rio - Com 11 dias para se preparar para as quartas de final da Libertadores, o Fluminense tem um objetivo definido: deixar todos os jogadores na melhor condição física para o confronto contra Olimpia ou Tigre. Fator que contribuiu para a eliminação na Libertadores de 2012 - para o Boca Juniors -, os desfalques por problemas médicos não são uma dor de cabeça, mas o trabalho é para evitar que a história se repita.
Flu quer time voando nas quartas de finalDivulgação

Os jogadores que vão receber mais atenção são Fred, Thiago Neves e Wellington Nem. Os dois últimos voltaram de lesão recentemente e ainda não conseguiram recuperar a forma física. Fred também está na mesma situação, mas em um nível abaixo, admitindo que uma perna está maior do que a outra. Por isso, o atacante foi ao clube nesta sexta-deira, mesmo em dia de folga, e fez reforço muscular.

“Folga é para os fracos”, brincou o capitão, que teve a companhia de Wellington Silva e Marcos Junior, outros dois jogadores que ficarão à disposição de Abel.

O tempo livre também servirá para recuperar Bruno, Wagner e Rafael Sobis. O lateral e o apoiador sofreram várias pancadas contra o Emelec e precisavam de um descanso para evitar uma lesão. Já o atacante, com edema muscular, terá todas as condições de se recuperar para as quartas de final.

“Pretendemos fazer atividades individualizadas, principalmente para quem volta de lesão e não encontra a melhor forma. Assim, todos podem evoluir e Abel ter todo o grupo em condições. Fred, Thiago Neves e Marcos Junior merecem atenção especial”, disse o preparador físico, Cristiano Nunes.
Publicidade
PROTESTO NA INTERNET
Uma facção organizada do Fluminense iniciou uma campanha na Internet contra a Adidas. A renovação de contrato com a empresa - que fechou patrocínio de R$ 35 milhões com o Flamengo - está sendo negociada, mas os constantes protestos dos torcedores têm prejudicado a tentativa de conseguir um valor maior para um novo contrato a partir de 2015. Outras empresas seguem interessadas no clube.