Por fabio.klotz
Rio - A semana não foi muito positiva para os Brasileiros na Libertadores. Com duas equipes já garantidas nas quartas de finais, o país poderia garantir mais três equipes. No entanto, o contrário aconteceu e Palmeiras, Corinthians e Grêmio acabaram fazendo companhia ao São Paulo, sendo eliminados do torneio. Apesar das equipes não terem feito boas atuações, Abel chama atenção para outro fator.
Treinador do Flu irritado com arbitragemMárcio Mercante / Agência O Dia

''Antes de começar a Libertadores falei que sempre houve e cada vez mais teremos maior preocupação por termos cinco ou seis brasileiros na competição. O que fizeram com o Corinthians foi vergonhoso, lamentável'', afirmou.

Na partida diante do Boca Juniors, os corinthianos reclaram de um gol mal anulado e de duas penalidades que teriam sido ignoradas pelo árbitro Carlos Amarilla, do Uruguai. O próprio tricolor já passou por um momento de reclamação na competição. Na partida de ida contra o Emelec, o Tricolor acabou derrotado por conta de um pênalti polêmico marcado no final da partida. Em 2012, o Tricolor não ficou satisfeito com a arbitragem na primeira partida das quartas de finais, em que acabou eliminado pelo mesmo Boca.

''Naquela partida do ano passado contra o Boca fomos garfados, assim como desta vez com o Corinthians. Contra o Emelec, fomos garfados de novo, com um pênalti inventado. Quem tem que estar atento a tudo isso é a CBF. O clube não pode criar qualquer tipo de problema com a Conmebol'', concluiu.
Publicidade