Por pedro.logato
Rio - O vice-presidente do Fluminense, Sandro Lima, respondeu nesta terça-feira as declarações do presidente da Ferj, Rubens Lopes, que reclamou da ausência dos atletas tricolores na festa de encerramento do Carioca ocorrida na segunda-feira. O dirigente tricolor afirmou que a postura do representante da federação do Rio de Janeiro foi lamentável.
Flu se prepara para pegar o OlimpiaDivulgação

''Só vim aqui para falar sobre o acontecimento de ontem, as declarações do presidente da Federação do Rio de Janeiro contra o Flu. É lamentável um presidente da Ferj se posicionar desse jeito. Eu, Rodrigo Caetano e Marcelo Penha estivemos lá para prestigiar o evento e parabenizar o Botafogo, campeão legitimo. Fiquei, sinceramente, sem entender nada. Ele dizer que o Fluminense não prestigiou o campeonato. Eu mesmo estive com ele na casa do prefeito de Volta Redonda depois que o Engenhão foi interditado e decidimos que a casa do Carioca seria a Cidade do Aço'', afirmou.

O Fluminense enfrenta o Olimpia, nesta quarta-feira pela Taça Libertadores da América. Os jogadores foram impedidos de ir ao evento devido a importância da partida. Apesar da festa de encerramento do Carioca ter ocorrido nesta segunda, o Estadual já foi encerrado há duas semanas, com o Botafogo vencendo os dois turnos.
Publicidade
''Ontem(segunda), quando decidimos levar os jogadores, foi para que eles concentrassem por mais um dia para o jogo importante que teremos nesta quarta-feira, contra o Olimpia. Foi um critério técnico, jamais um desmerecimento. Para eles, ter o Fluminense na Libertadores deveria ser motivo de orgulho'', concluiu.