Por cadu.bruno

Rio - Aos gritos de 'eliminado' e 'time sem-vergonha', a delegação do Fluminense desembarcou no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no início da manhã do feriado desta quinta-feira. O tricolor viu mais uma vez o sonho de conquistar a Taça Libetadores da América ir por terra ao ser derrotado por 2 a 1, na noite anterior, pelo Olímpia do Paraguai, em Assunção.

Os 'torcedores' chegaram ao aeroporto por volta das 5h. O grupo de cerca de 20 jovens contou que estava no saguão para recepcionar um amigo, identificado por eles como o jogador de futsal Dandan. Ao saber que a delegação do tricolor desembarcaria pelo mesmo local, eles começaram a ensaiar cânticos provocativos à eliminação do time na Libertadores. Um deles vestia a camisa do arquirrival Flamengo.

Fred desembarca no Rio após eliminaçãoOsvaldo Praddo / Agência O Dia

Às 6h15, o primeiro a sair aparecer no saguão e escutar a provocação de 'eliminado' foi o meio-campo Tiago Neves. Apesar da ironia, ele lamentou a chance de disputar o título da competição, mas disse acredita na recuperação do time e na volta a disputar o torneio.

"Saimos de cabeça em pé. O time atuou bem nos primeiros 20 minutos, mas demos bobeira em outros cinco e sofremos a virada. Vamos levantar a cabeça. Libertadores tem todo o ano. Vamos brigar para tentar outra vez a vaga", pregou o jogador.

O atacante Fred saiu logo depois. Com um fone no ouvido, ele foi perseguido pelo grupo que entoava um cântico impublicável até o táxi. Visivelmente contrariado, o artilheiro deixou rapidamente o local.

Técnico Abel Braga é hostilizadoOsvaldo Praddo / Agência O Dia

Outro que mostou irritação com os manifestos dos rivais foi o técnico Abel. Por várias vezes no trajeto até o táxi ele chegou a parar para encarar com o olhar os 'gozadores'. Além dos dois, a maioria dos jogadores e o diretor executivo de futebol do Fluminense, Rodrigo Caetano, não deram declarações aos jornalistas. Todos sairam escoltados por seguranças.

"Trocaria o gol pela classificação", declarou o atacante Rhayner, autor do gol tricolor. "Ano passado saímos da Libertadores e conquistamos o Campeonato Brasileiro. Vamos continuar brigando por títulos", garantiu o também atacante Rafae Sóbis.

Você pode gostar