Fluminense perde para a Lusa e desperdiça chance de virar líder

Portuguesa é eficiente e impõe segunda derrota ao Tricolor

Por O Dia

São Paulo - O Fluminense perdeu a chance de assumir a liderança do Brasileiro. O Tricolor teve mais posse de bola, mas vacilou e foi castigado. O Flu caiu no Canindé e foi derrotado pela Portuguesa, nesta quarta-feira, por 2 a 1, em jogo adiado em função da participação do Flu na Libertadores. Foi a primeira vitória da Lusa na competição. O Coritiba agradece e se mantém na ponta no torneio.

Flu de Wagner teve dificuldade em criar e foi castigadoDivulgação

O Flu não conseguiu transformar a maior posse de bola em chances de gol. E ainda viu a Lusa ser eficiente nas oportunidades que criou. O castigo foi duro. O Tricolor amargou a segunda derrota no Brasileiro, soma nove pontos e está na quarta colocação. A Lusa pulou para seis e saiu da zona do rebaixamento.

O Tricolor volta a jogar em julho, após a parada do Brasileiro para a Copa das Confederações, e encara o Botafogo no dia 7, ainda sem local definido. A Lusa joga um dia antes e recebe o Cruzeiro no Canindé.

O JOGO

O Fluminense tomou a iniciativa da partida, mas encontrava dificuldade em criar. A Portuguesa, na individualidade de Souza, abriu o placar. O meia driblou Diguinho, que escorreu e caiu no chão, e chutou com força, de fora da área, para fazer 1 a 0. O gol não abateu o Tricolor, que quase empatou com Gum. Porém, a cabeçada do zagueiro foi para fora.

O empate saiu dos pés de Rafael Sobis. Em cobrança de falta, o atacante chutou com violência, a bola pegou efeito e entrou: 1 a 1. Sobis, por pouco, não virou o jogo, mas a cabeçada dele foi para fora. A resposta da Lusa foi com Luis Ricardo, que invadiu a área e chutou rente à trave de Berna.

No segundo tempo, Carlinhos fez fila e chutou com força, mas a bola foi para fora. Abel Braga fez a primeira mudança. Ele sacou Biro Biro e colocou Eduardo. Sobis ganhou a bola da zaga, mas foi abafado pelo goleiro Gledson. Depois, o técnico do Flu pôs Denílson no lugar de Wagner.

O Fluminense tinha maior posse de bola, mas foi castigado. Em jogada pela esquerda, Rogério cruzou, Diogo se antecipou e cabeceou. A bola bateu na trave e entrou. Berna ainda salvou o Flu de levar o terceiro. Diogo ficou cara a cara com o goleiro tricolor, mas Berna salvou com o pé direito. A Portuguesa só administrou o resultado e venceu a primeira no Brasileiro.