Por pedro.logato

Rio - Na estreia de Luxemburgo e do escudo personalizado no Maracanã, Fluminense venceu o Cruzeiro, por 1 a 0. Com a vitória, o Flu interrompeu a série de cinco derrotas consecutivas e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Já o time mineiro perdeu a oportunidade de ampliar vantagem e se garantir na liderança do Brasileiro por mais uma rodada.

No domingo, o Fluminense encara a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Já o Cruzeiro recebe no Mineirão, o Coritiba, em confronto que pode valer a liderança do Brasileirão.

Atacante fez o gol da vitória sobre o CruzeiroMárcio Mercante / Agência O Dia

O JOGO

Pressionado pela sequência negativa, o Fluminense começou a partida bastante nervoso. Com uma equipe mais bem armada, o Cruzeiro teve a primeira oportunidade do jogo, aos 11 minutos. Mayke recebeu a bola pela direita e cruzou, Cavalieri fez boa defesa, evitando que a bola chegasse a Ricardo Goulart. Seis minutos depois, nova chance para a Raposa. Gum falhou e a bola sobrou apra Vinícius Araújo. O jogador fez o giro e finalizou, Cavalieri defendeu à queima roupa, salvando o clube carioca. Aos 19 minutos, o Tricolor respondeu. Sobis deu belo passe para Fred, o centro-avante dominou e chutou por cima do gol de Fábio. Aos 28 minutos, o Cruzeiro acertou a trave do Fluminense. Vinícius Araújo antecipou a marcação e finalizou, Diego Cavalieri, fez o golpe de vista, e bola tocou na baliza. Os donos da casa tiveram outra chance com Sobis, desta vez, o atacante chutou para fora, assustando Fábio. No último minuto da primeira etapa, o Flu teve uma grande chance de abrir o marcador. Wagner foi derrubado dentro da área e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Fred bateu mal e Fábio defendeu, no rebote, o atacante da seleção brasileira finalizou novamente em cima de Fábio, que novamente salvou o Cruzeiro.

A segunda etapa começou com as duas equipes em um ritmo mais devagar. A primeira chance ocorreu com apenas 19 minutos, Cavalieri bateu tiro de meta, a bola sobrou para Rafael Sobis. O atacante matou no peito e chutou, a bola foi para fora, assustando o Cruzeiro. Um minuto depois, o time mineiro respondeu. Éverton Ribeiro recebeu passe de calcanhar de Egídio e finalizou no canto direito de Cavalieri. Até que aos 32 minutos, Fred resolveu se redimir do pênalti perdido. Carlinhos cruzou, Kennedy errou o volei e a bola sobrou para Fred, que de cabeça marcou para o Tricolor. O atacante, que desde 2009 no Flu, nunca havia comemorado contra a Raposa, seu clube de coração, desta vez vibrou junto dos seus companheiros. No fim da partida, o Cruzeiro pressionou, mas esbarrou na falta de pontaria dos atacantes e com isso, o clube carioca segurou o resultado.

Você pode gostar