Por pedro.logato

Rio - A má fase parece não ter fim no Fluminense. Atuando em casa contra o Santos, o Tricolor fez mais uma péssima partida e acabou derrotado pelo Peixe por 2 a 0 e está cada vez mais próximo da zona de rebaixamento. De quebra, o clube carioca ainda assistiu o seu atacante Fred sofrer uma lesão no Maracanã.

Na próxima rodada, o Fluminense vai até o Independência enfrentar o Atlético-MG. Já o Santos vai encarar o outro Atlético, o paranaense, no Durival de Britto.

Fred sofreu lesão muscular e teve que continuar em campo para fazer númeroCarlos Moraes / Agência O Dia

O JOGO

O confronto começou com o Fluminense com mais iniciativa. Aos 9 minutos, Rhayner ficou na cara do gol do Santos, mas o atacante finalizou muito mal e a bola foi para fora. A chance perdida tirou a estabilidade do Tricolor, que levou um gol no lance seguinte. Aos 12 minutos, Cicinho cruzou na medida para Thiago Ribeiro, que antecipou a zaga do Flu e marcou.

Depois do gol, o Santos passou a dominar totalmente o jogo e quase marcou aos 23 minutos. Thiago Ribeiro bateu falta da intermediária e Everton Costa apareceu livre dentro da área para cabecear para fora. Cinco minutos depois não teve jeito. Em cobrança de falta, Cícero bateu forte, Cavalieri aceitou e o Santos levou uma boa vantagem para o intervalo.

Com Felipe e Wagner no lugar de Eduardo e Willian, o Flu voltou melhor para a segunda etapa. Com 5 minutos, Rafael Sobis cobrou falta e a bola bateu na trave. Aos 13 minutos, nova oportunidade. Após boa jogada ofensiva, Wagner ficou na cara do gol e chutou para boa defesa de Aranha.

No entanto, no momento em que estava melhor na partida, Fred sofreu uma lesão muscular. Como já tinha feito três substituições, já que Marcos Jr. entrou no segundo tempo, o atacante não pode ser substituído e teve que atuar no sacrifício.

Sem o seu principal jogador em condições plenas, o Fluminense continuou buscando o gol com intensidade, mas com o desgaste e a virtual desvantagem numérica, o Tricolor não conseguiu diminuir e saiu do Maracanã com mais uma derrota.

Você pode gostar