Dorival e a missão de se virar nos cinco jogos

Contra o Náutico, Dorival dá inicio à série de jogos decisivos do Flu contra o rebaixamento

Por O Dia

Rio - Dorival Júnior não tem formação em psicologia, mas acredita que o problema não está nos pés de seus jogadores, mas na cabeça. Com a missão de livrar o Fluminense do rebaixamento, ele tem apenas cinco partidas (Náutico, São Paulo, santos, Atlético-MG e Bahia) para mostrar serviço. Dono de um estilo enérgico e discurso motivador, Dorival foi a aposta da diretoria para mexer com o ânimo do grupo. Nesta quinta, às 21h, no Maracanã, o já rebaixado Náutico marcará a primeira das cinco decisões.

Dorival faz estreia pelo FluminenseMárcio Mercante / Agência O Dia

“O lado psicológico é importante. Dorival disse que nosso problema não está nas pernas. O psicológico do grupo está abalado pelo difícil momento. É preciso ter tranquilidade para que nosso futebol volte a fluir”, disse Digão.

Sem jogar desde o início de agosto, Digão será uma das novidades na escalação de Dorival Júnior. Recuperado de uma grave lesão na coxa esquerda, o zagueiro exercerá a função de lateral-esquerdo na nova formação. Com Carlinhos e Ronan machucados, Dorival, assim como Luxemburgo, se viu obrigado a improvisar com apenas dois dias de trabalho.

No coletivo de quarta, o treinador promoveu novas mudanças. Rhayner deve completar o trio de ataque com Marcos Junior e Rafael Sobis. No meio, o volante Willian é o mais cotado para substituir Edinho, suspenso. De volta ao time titular, o lateral-direito Igor Julião tem consciência de sua responsabilidade, apesar da pouca idade (19 anos).

“Acho que a partida contra o Náutico será a mais difícil da série de cinco decisões. A vitória nos dará confiança para a sequência. Amadureci muito e estou motivado para ajudar a tirar o meu clube do coração dessa incômoda situação no Brasileiro”, afimrou Igor Julião.

Fred ‘reforça’ treino do Flu na Urca

Enclausurado desde o início do tratamento de uma grave lesão na coxa direita, o capitão Fred prestigiou o segundo dia de trabalho do técnico Dorival Júnior . O atacante apareceu de surpresa na Urca e acompanhou o fim do treino na Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx).

O atacante ‘reforçou’ a lista de observadores da atividade, que contou com a presença do presidente Peter Siemsen, do diretor-executivo Rodrigo Caetano e do gerente de futebol Marcelo Teixeira. Em fase final de recuperação, Fred pode voltar na penúltima rodada.