Por elisa.souza

Rio - Tranquilo, o Bahia vai para o jogo de domingo com pretensões bastante diferentes daquelas que o Fluminense leva a campo. Garantido na Série A na temporada de 2014, a torcida promete lotar a Fonte Nova para comemorar. Já o Fluminense, com a corda no pescoço, entra com a obrigação de vencer para poder ter alguma chance de escapar do rebaixamento.

Apesar da situação garantida para o adversário, Jean não acredita que a partida será mais fácil para o Flu por conta disso.

Cauteloso, Jean não acredita em clima de festa no Bahia e aposta em jogo difícil fora de casaAndré Mourão / Agência O Dia

"Não sei se vai rolar esse clima de festa pelo lado do Bahia... Acredito que a equipe deles vai estar mais relaxada por ter saído do sufoco. Falo isso porque eu sei que aconteceria com a gente no Flu também. Muita coisa acontece quando você briga para não ser descer. É muita pressão mexendo com a cabeça. Porém, os times brasileiros sempre entram fortes, como o Cruzeiro e o Atlético-MG, e a partida será muito difícil", disse ele.

O meia reafirma seu desejo de permanecer no Tricolor carioca, independentemente da permanência da equipe na Série A ou de sua ida para a Série B.

"Independente de ser rebaixado ou não, quero continuar no Fluminense e a diretoria já tem conhecimento dessa minha vontade. Mas o futuro a gente nunca sabe como é", disse.

Apesar da situação muito complicada, em que o Flu não conta mais apenas com as próprias forças para se manter na elite do futebol brasileiro, o jogador garante que a equipe não desanima e que persistirá até o fim.

"O Campeonato Brasileiro é o mais difícil do mundo. Ser rebaixado logo após um título é algo que nenhum jogador imaginou que poderia acontecer. Sem dúvidas é uma situação diferente. Mas isso é o futebol. Agora temos que lutar com todas as forças para poder sair dessa situação", concluiu.

Atualmente na 18º posição, o Flu precisa vencer o Bahia na Fonte Nova e torcer pelas derrotas de seus rivais Vasco e Coritiba, que também jogam fora de casa. Caso desça, essa será a primeira vez na história do Campeonato Brasileiro que um time será rebaixado um ano após conquistar o título.

Você pode gostar