Contratação de Renato Gaúcho para o Flu foi decidida pela patrocinadora

Presidente garantiu que escolheria novo técnico, mas Celso Barros decidiu pelo treinador que fará sua quinta passagem nas Laranjeiras

Por O Dia

Rio - Na tentativa de mostrar quem tem a voz mais ativa no futebol, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, fez questão de garantir, há duas semanas, que o novo técnico seria escolha dele. Mas, na prática, a história foi outra. Mais uma vez prevaleceu a vontade de Celso Barros, presidente da Unimed, e Renato Gaúcho é o escolhido para comandar a equipe em 2014. A decisão foi tomada após reunião entre os três, na madrugada de ontem, e faltam apenas alguns detalhes para a assinatura do contrato e o anúncio oficial.

Apesar de ser amigo pessoal do presidente da patrocinadora, Renato chegará à sua quinta passagem pelo Fluminense com forte rejeição de parte dos torcedores e do grupo político que apoia Peter. No meio desse fogo cruzado, o Fluminense parece não ter aprendido com o erro de 2013, quando Vanderlei Luxemburgo assumiu porque Celso ganhou a queda de braço, em situação parecida.

Renato Gaúcho está de volta ao FluDivulgação

O que pesou para a escolha foi o poder financeiro. Técnico que fez a pedida salarial mais alta (R$ 550 mil), Renato vai receber parte dos vencimentos do patrocinador (R$ 300 mil), o que não seria feito com outro. Além disso, a Unimed poderia não ajudar em contratações se outro nome fosse escolhido. Com o treinador, chegam o auxiliar Alexandre Mendes o preparador de goleiros Victor Hugo.

Peter preferia Ney Franco, mas o valor total da comissão técnica supera a nova filosofia financeira do Tricolor, assim como Tite, o que complicou um acerto. Recém-contratado, o diretor de futebol, Felipe Ximenes, não participou da reunião que definiu a escolha. Esta será a quinta passagem de Renato pelo Fluminense. Ele é o quarto treinador que mais comandou o time, com 184 jogos.