Por pedro.logato
Rio - Interrompida no dia 30 de junho de 2011, a trajetória de Conca no Fluminense será retomada neste sábado, às 17h, em Moça Bonita, no confronto com o Madureira, pela primeira rodada da Taça Guanabara. De volta do Guangzhou Evergrande, da China, o maior reforço tricolor não o único personagem do esperado reencontro com a torcida. Liberado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Michael terá sua segunda chance no futebol com a responsabilidade de substituir Fred.
Conca vai reestrear pelo FluminenseCarlos Moraes / Agência O Dia

Punido com uma suspensão de 16 meses por uso de cocaína, o atacante, de 20 anos, reforça o Fluminense depois de oito meses afastado. Visto como a principal promessa das últimas safras de Xerém, Michael foi trabalhado com entusiasmo pelo técnico Renato Gaúcho na pré-temporada em Mangaratiba, desde a decisão de poupar Fred na estreia do Campeonato Carioca. Com fé no potencial do garoto, Renato pede paciência à torcida tricolor.

“Michael é diferenciado, um atacante de grande futuro. Será preciso ter paciência com ele pelo período que ficou parado, pois também não é fácil superar o problema pelo qual passou. Mas Michael está com a cabeça boa, tenho conversado diariamente com ele. Tem a minha confiança e joga na mesma posição de Fred. Acredito que dará muitas alegrias ao torcedor”, disse Renato.
Publicidade
XAMES COM FREQUÊNCIA
A pressão de dividir os holofotes com Conca na estreia não assustou Michael na pré-temporada. Sem jogar desde maio, ele deixou os concorrentes Biro Biro e Marcos Junior para trás e se destacou em Mangaratiba com gols em coletivos e no jogo-treino.
Publicidade
Beneficiado pela decisão do STJD, foi liberado para voltar a jogar antes dos 16 meses de punição previstos inicialmente. Michael cumpriu o acordo com a Justiça Desportiva, dando palestras a jovens da base, além de passar por acompanhamento psicológico e psiquiátrico. O atacante também será obrigado a fazer exames toxicológicos pelos próximos oito meses e seguirá com o tratamento médico. Ganham o jogador, como cidadão, e o Fluminense, escalando um jovem promissor.