Por rodrigo.hang

Rio - O Fluminense viaja para o Ceará, onde enfrenta o Horizonte, na estreia da Copa do Brasil, pensando em marcar dois ou mais gols de diferença para evitar o jogo de volta. Em entrevista coletiva após o treino desta terça-feira, nas Laranjeiras, o goleiro Cavalieri falou sobre o confronto. Para ele, a meta inicial é ganhar da equipe adversária e, se tiver condições, eliminar o segundo jogo, marcado para o dia 10 de abril, no Maracanã.

Cavalieri faz defesa durante treino desta terça nas LaranjeirasAndré Mourão / Agência O Dia

"O futebol está muito nivelado, muito difícil. O primeiro objetivo é vencer para ter tranquilidade no jogo de volta. Se tiver condição de evitar o jogo de volta, é melhor. É chegar lá ciente das dificuldades. Primeiro temos que pensar em vencer o jogo e depois aplicar o placar para eliminar o jogo de volta", disse o camisa 12.

O arqueiro tricolor revelou não saber muito sobre o adversário desta quinta, mas revelou ter procurado se informar. Cavalieri sabe da relevância atual da Copa do Brasil, segunda maior competição do país, e quer ver o Fluminense fazendo uma boa campanha.

"(Tem) a importância de vencer, de representar bem o clube. (Tem) a cobrança por vitórias, principalmente, a necessidade de viver um bom ano. As três competições (Campeonato Carioca, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro), temos de brigar por todas", falou o goleiro.

Titular na meta tricolor, Diego Cavalieri está feliz no clube. Desde que chegou ao Fluminense, em 2011, conquistou seu espaço, mesmo com mudanças de treinadores. Seu contrato termina no fim deste ano e a vontade do goleiro é seguir nas Laranjeiras, mas ainda não conversou com a diretoria.

"Sempre deixei bem claro meu desejo de poder renovar meu contrato. Procuro me empenhar o máximo nos treinamentos e nos jogos para ampliar meu contrato com o clube. Ainda não tem nenhum tipo de conversa e prefiro deixar isso mais para frente. Vou me empenhar no agora" disse Cavalieri.

Por causa dos quatro desfalques de Bruno, Gum, Diguinho e Leandro Euzébio, Renato Gaúcho não deu indícios do time que deve entrar em campo na próxima quinta. O Fluminense ainda vai treinar na manhã desta quarta, antes de viajar para o Nordeste. Diguinho, com dores no joelho esquerdo, é quem mais preocupa. Se não tiver condições de jogo, Walter deve entrar na equipe, para atuar ao lado de Fred e Rafael Sobis. Sobre a possível oportunidade do ex-jogador do Goiás começar jogando pela primeira vez, Cavalieri afirmou que o atacante se habitou rapidamente ao Tricolor.

"É um jogador extremamento importante, como todos são, independentemente se entra jogando, ou não. (Ele) está sempre jogando. Ele se encaixou bem na filosofia do grupo. o Sobis também vai bem, se sacrificando muito para a equipe, está sendo muito importante taticamente", elogiou o goleiro.

Você pode gostar