'A vantagem é muito boa', diz Renato já pensando no jogo da semi com o Vasco

Técnico vibra com atuação dos jogadores em sua partida de número 200 no comando do Flu e prega respeito ao rival

Por O Dia

Rio - Após a semana turbulenta com a derrota na de 3 a 1 na última quinta-feira para o Horizonte, na estreia da Copa do Brasil, e com os protestos da torcida no treino nas Laranjeiras, o Fluminense finalmente voltou a vencer neste domingo. A vitória de 3 a 1 sobre o Volta Redonda, em Macaé, assegurou a vantagem do empate para o Tricolor nas semifinais do Campeonato Carioca contra o Vasco. O resultado positivo aliviou o peso sobre o técnico Renato Gaúcho, que comemorou o benefício contra os rivais.

Renato Gaúcho comemora vitória em seu jogo número 200 à frente do FluminenseDivulgação

"A vantagem é muito boa, mas não quer dizer que o Fluminense passou (para a final). São dois jogos difíceis contra o Vasco. Vamos nos preparar porque sabemos que será complicado vencer o Vasco, declarou o treinador, lembrando o último confronto com o Gigante da Colina.

"Enfrentamos o Vasco há pouco. Conhecemos bem a equipe deles, assim como nos conhecem bem também. São dois jogos difíceis. O mais importante é ter atenção, atitude e comprometimento, como foi hoje. O que não pode é ter o pensamento que teve na Copa do Brasil. Aquilo não existe", disse o comandante tricolor, mostrando seu descontentamento com a postura do time na derrota no Ceará.

A partida deste domingo foi a de número 200 de Renato Gaúcho no comando do Fluminense. Mas como o ambiente não era festivo, ele revelou que o Tricolor tinha obrigação de vencer este jogo para recuperar a autoestima e ir com mais força para a próxima fase do estadual. Ele acredita que o desempenho dos jogadores contra o Voltaço foi o mais importante do jogo.

"O Volta Redonda não tinha nada a perder. Era franco atirador. Atuou tranquilo. Nós tínhamos a obrigação de ganhar para ter a vantagem., eles começaram fechados. Fomos criando. Furamos a retranca com o Waltinho. Aproveitamos melhor as oportunidades no segundo tempo e ganhamos. O mais importante foi a entrega. Foi bom para ter a vantagem", concluiu Renato.