Renato Gaúcho reclama da arbitragem: 'Regra tem que valer para os dois'

Treinador ficou na bronca por árbitro não ter expulsado o lateral-esquerdo Marlon por falta em Bruno

Por O Dia

Rio - O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães teve uma atuação confusa no clássico entre Vasco e Fluminense, no Maracanã, nesta quinta-feira. O volante Jean foi expulso nos últimos minutos da partida por uma falta em Everton Costa, que impediu o contra-ataque cruzmaltino. O técnico Renato Gaúcho acredita que o juiz acertou na decisão, mas reclamou que não manteve o mesmo critério, já que Marlon cometeu uma infração parecida em Bruno, no primeiro tempo, e não foi punido.

"O Jean perdemos porque ele fez uma falta normal e o adversário quase quebrou a perna do Bruno e ele não fez nada. Cumpriu a regra com o Jean. A pergunta é porque não cumpriu a regra no lance do Bruno? Fazer o que é o futebol. Não vou ficar falando de arbitragem porque sempre estoura no treinador. Ele cumpriu a regra, mas ela tem que valer pros dois lados", reclamou o treinador.

Árbitro não conseguiu conter os ânimos de jogadores de Vasco e FluminenseErnesto Carriço / Agência O Dia

O treinador continuou externando sua instatisfação com arbitragem do duelo. No entanto, pediu que os critérios fossem o mesmo para os dois lados. Renato ainda elogio o confronto entre as equipes, que foi repleto de oportunidades para os dois lados.

"Acho que cada um quer ver seu lado. Os do Fluminense vão sempre querer que o juiz apite do nosso lado, o do Vasco também o deles. O juiz nem sempre agrada a todos. É um clássico, todo mundo quer a vaga na final, ainda mais Fluminense e Vasco. As duas equipes tiveram situações de gols. Acabou 1 a 1. É um jogo de 180 minutos e sabemos que no domingo vai ser tudo ou nada", completou.