Por pedro.logato

Rio - Escolhido pelo presidente Peter Siemsen, Cristóvão Borges tem a missão de recuperar a credibilidade do Fluminense após a péssima campanha no Brasileiro de 2013. Neste sábado, às 18h30, no Maracanã, a equipe inicia a primeira de suas 38 rodadas com a missão de superar a desconfiança e voltar para a lista de candidatos ao título. Perto de completar sua terceira semana de trabalho, o novo técnico não tem confiança total no potencial das peças que tem à disposição.

Cristovão Borges e Fred têm missão de conduzir o Fluminense no BrasileiroCarlos Moraes / Agência O Dia

“É um grupo inteligente. Os jogadores já entenderam como penso, o que planejo para a equipe e acredito que possamos mostrar dentro de campo alguma evolução já nesta estreia. E começo do trabalho, é difícil ter um olhar a longa distancia, as coisas são imediatas, tem que definir muitas coisas, depende das respostas nos treinos nos jogos”, disse Cristóvão.

De volta ao esquema 4-4-2, o Fluminense aposta na dupla de armadores formada por Wagner e Conca para recuperar sua característica ofensiva. Rafael Sobis e Fred reeditam a dupla de ataque.

“Para o treinador, o primeiro pensamento é ter uma equipe equilibrada. É o básico do futebol. Tudo parte daí. Com os jogadores que tenho à disposição hoje, essa formação com Rafael Sobis e Fred foi a melhora maneira que encontrei. Nossa característica ofensiva é natural”, disse.

Você pode gostar