Fred faz promessa: 'Vou me doar ao máximo para conquistar a Copa do Mundo'

Após início de ano conturbado, artilheiro está de volta à boa fase

Por O Dia

Rio - Prestigiado. Com a volta dos gols, Fred tem recuperado não apenas a confiança da torcida tricolor, mas do povo brasileiro às vésperas da Copa do Mundo. De Felipão, o atacante recebeu com muita felicidade a convocação antecipada.

Motivado, ele promete retribuir o privilégio com boas atuações com a camisa tricolor para se reapresentar no melhor de seu momento. Em paz com a maior parte da torcida, Fred não garante a sua permanência no Fluminense.Com contrato até o fim de 2015, ele é frequente alvo de cobiça e pode se valorizar ainda mais após o Mundial.

Feliz no Rio, também não descarta ficar por mais tempo. Empolgado com o início de Cristóvão Borges, o camisa 9 vê o Tricolor no caminho certo.

Fred vem recebendo muito carinho da torcida do FluminenseDivulgação

JÁ CONVOCADO

“É motivo de muita alegria. O pessoal tem acompanhado meu esforço não só na seleção brasileira, como no Fluminense. Sou muito grato à comissão técnica do Brasil. São atitudes como essa que fortalecem esses jogadores que receberam essa grande moral dada pelo Felipão.”

PRESSÃO E PROMESSA

“Optei por jogar um longo período no Fluminense. Você pode estar bem em um momento e em outro, não. As pessoas só querem que você esteja no seu auge. Dependo muito da equipe e todos os jogadores passam por dificuldade. E ainda tem o agravante de eu ser o único que joga na Seleção. Falam que o Brasil já teve Romário, Ronaldo, mas eles estão falando de gênios que nascem a cada 30, 50 anos. O povo brasileiro pode ficar tranquilo, pois verá em campo um bom jogador, muito eficiente e batalhador. Prometo me doar ao máximo para conquistar esse título (Copa do Mundo).”

BOA FASE

“Eu me sinto bem, física e tecnicamente, há muito tempo. A diferença é que os gols estão voltando a sair. Isso aumenta a confiança. Apesar dos elogios, mantenho os pés no chão. É preciso ter humildade neste momento. A partir do momento que a equipe do Fluminense evoluiu, todo jogador cresceu muito.”<MC4>

LÍDER NA SELEÇÃO

“É uma pressão que só me trás satisfação. É um tipo de responsabilidade que qualquer jogador quer ter, principalmente na seleção brasileira. Lá, temos vários líderes, jogadores com muita personalidade dentro e fora de campo e isso fortalece o grupo. Temos que juntar todas as forças, as qualidades não só dentro de campo para chegar bem na Copa do Mundo.”

TROCA DE COMANDO

“Não tenho o que falar do Renato, que é um cara bacana e vencedor. Mas temos que falar do Cristovão, que chegou com uma filosofia nova, que gosta do time bem compacto, com as três linhas bem juntas. Conca, Wagner e Rafael Sobis tem jogado mais perto de mim.”

FUTURO: EUROPA OU FLU?

“Sempre disse que tenho desejo de encerrar a carreira no Fluminense. Mas meu contrato está quase acabando (dezembro de 2015). Se o clube não me vender, pode não conquistar uma grana com a transferência. Não sei o que pode acontecer. E também não posso parar só aqui. Se não for de interesse de todo mundo, tenho que seguir minha vida. Mas como falei, escolhi jogar um longo tempo aqui, fazer minha história aqui e espero que continue assim. Mas vai depender da decisão de todos.”

FLU X UNIMED

“Torço muito para que as coisas se resolvam o mais rapidamente possível. Com Celso Barros (presidente da Unimed) perto, o grupo fica mais forte. Eles são responsáveis por fazer o Fluminense vitorioso. Torço pela reaproximação com a diretoria. Nos jogadores sentimos saudade dele mais perto. Tenho certeza de que já estão melhores. As coisas vão se resolver.”