Por pedro.logato

Rio - Ás vésperas do clássico diante do Flamengo, no Maracanã, o Fluminense vive a expectativa de se reabilitar da derota para o Vitória, na última rodada. A seu favor, o time tricolor conta com a motivação pessoal de alguns de seus principais nomes: os atacantes Fred e Rafael Sobis.

Presente na lista dos 23 convocados do técnico Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo, Fred enxerga no clássico uma maneira de mostrar que merece vestir a camisa 9 da Seleção. De acordo com o técnico Cristóvão Borges, o capitão tricolor quer manter o mesmo ritmo e não pensa em se preservar antes de defender o Brasil no Mundial.

Fred é esperança de gols do FluminenseCarlos Moraes / Agência O Dia

“Fred é experiente, muito inteligente e sabe que o investimento dele é no melhor da condição e tem feito isso desde que cheguei aqui. Ele já fazia isso desde o começo da temporada. Ele não fará diferente, continuará da mesma forma, pois sabe que isso vai ajudá-lo a crescer e a estar em melhor forma”, garantiu o treinador tricolor.

Se no setor ofensivo o time conta com a empolgação de Fred, na defesa a sua principal arma é um goleiro mordido. Após o baque de ficar de fora da lista de convocados, Diego Cavalieri quer mostrar que tem qualidade e que poderia fazer parte do grupo de Felipão.

“Criou-se uma expectativa grande e ele (Diego Cavalieri) ficou sentido por não ser convocado. Mas é um jogador experiente, já conversamos sobre isso e ele está bem. Vida normal”, garantiu o treinador.

Cristóvão Borges, por sua vez, tem o desafio de recolocar o time na briga pela liderança. Para voltar a obter resultados positivos, ele optou por não mexer na equipe e fez questão de dizer que manterá o estilo ofensivo contra o Flamengo.

“Não tenho dúvida de que será um grande jogo. O adversário é do mesmo nível. Viemos de um insucesso, mas estamos tranquilos, pois temos a convicção do que estamos fazendo. Apesar da derrota, jogamos de forma ofensiva. É dessa maneira que eu quero”, frisou Cristóvão Borges.

Você pode gostar