Por pedro.logato

Rio - Após um começo empolgante com duas vitórias, o Fluminense sofreu o seu primeiro revés no Brasileiro, no último jogo da competição, contra o Vitória. Apesar do resultado ruim, os tricolores mantém a esperança de que a atual temporada será completamente diferente da última, quando o time carioca só evitou a queda para a Série B por conta da escalação irregular do apoiador Heverton, da Lusa, que acabou tirando pontos da equipe paulista e com isso, salvando o Flu da zona de rebaixamento. Pouco mais de cinco meses após o ocorrido, o atacante Rafael Sobis admite que o fato ainda repercute no pensamento do elenco e da torcida tricolor.

Sobis falou sobre polêmica do ano passadoAndré Mourão / Agência O Dia

"Nós temos uma dificuldade que foi aquele episódio do ano passado, que nos manteve na primeira divisão. Tem (muita pressão) porque muita gente acha que nós somos os culpados. Nós do Fluminense não temos culpa alguma. A mania do Brasileiro é colocar a culpa em alguém. Nós no dia a dia, cada jogador ao sair para passear, ir ao shopping, escuta. Quando estamos com o clube no aeroporto, escutamos. Nos jogos, nem se fala. É um mal que vai nos perseguir e só o tempo vai fazer passar. E a melhor maneira de fazer isso passar é o nosso time jogando bem, calando a boca dos críticos, digamos assim. Aí com certeza vão começar a nos respeitar mais", afirmou o jogador em entrevista ao Sportv.

Querendo voltar a vencer, o Fluminense enfrenta o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, neste domingo. O confronto válido pela quarta rodada acontece no Maracanã, às 16 horas.

Você pode gostar